Abrir menu principal

Wikiquote:Tema em destaque/2011/Agosto

01 de agostoEditar

SPELHO é uma superfície muito lisa e com alto índice de reflexão de luz.


Citações sobre o temaEditar

  • “Ela, Kate Croy, esperava a vinda do pai, mas ele se fazia esperar, sem a menor consideração, e houve momentos em que a moça exibiu par si mesma, no espelho acima do console da lareira, um rosto decididamente pálido, com uma irritação que a levou a ponto de ir embora sem vê-lo.”
- Henry James in: "As asas da pomba"
  • "As mulheres serviram por todos estes séculos como espelhos possuindo o mágico e delicioso poder de refletir a figura do homem com o dobro do seu tamanho natural."
- Virginia Woolf in: Teresa de Lauretis, Alice Doesn't: Feminism, Semiotics, Cinema (Bloomington: Indiana University Press, 1984), p. 6.
  • “Os saudáveis não se analisam a si próprios, sequer se contemplam no espelho. Só os doentes sabemos algo sobre nós mesmos.”
- Italo Svevo in: A consciência de Zeno
  • "O filósofo observa e medita. É um espelho que pensa".
- Guerra Junqueiro in: "Prosas dispersas‎" - Página 92, Publicado por Lello & Irmão, 1926 - 169 páginas


16 de agostoEditar

ARLOS Drummond de Andrade (Itabira, 31 de outubro de 1902Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1987) foi um poeta brasileiro.


Citações sobre o temaEditar

  • "Entre as diversas formas de mendicância, a mais humilhante é a do amor implorado".
- Carlos Drummond de Andrade – Prosa Seleta, RJ: 2003 Editora Nova Aguilar, In: O Avesso das Coisas, p.12
  • "Há vários motivos para odiar uma pessoa, e um só para amá-la; este prevalece".
- Carlos Drummond de Andrade – Prosa Seleta, RJ: 2003 Editora Nova Aguilar, In: O Avesso das Coisas - Aforismos, p. 890
- Carlos Drummond de Andrade – Prosa Seleta, RJ: 2003 Editora Nova Aguilar, In: O Avesso das Coisas, p. 44
  • "(...) eterno é tudo aquilo que vive uma fração de segundo/mas com tamanha intensidade que se petrifica e nenhuma força o resgata (...)."
- Carlos Drummond de Andrade - Poesia Completa, RJ: 2007 Editora Nova Aguilar, In: Fazendeiro do Ar, p. 408)