Indígenas

povos pré-coloniais
(Redirecionado de Índio)

Indígenas são designados como povos aborígenes, autóctones, nativos ou indígenas, aqueles que viviam numa área geográfica antes da sua colonização por outro povo ou que, após a colonização, não se identificam com o povo que os coloniza.

Povos indígenas da América do Sul

  • "A dívida que a humanidade contraiu com o primitivo habitante das Américas está longe de ser resgatada, pois milhões de pessoas no mundo inteiro ignoram o valor desse legado. As principais plantas que hoje nos alimentam e que são utilizadas industrialmente foram descobertas e domesticadas pelos ameríndios."
- Berta Ribeiro, Ao vencedor, as batatas!, 1993
  • "O índio não existe. O que existe são centenas de nações indígenas, algumas tão diferentes umas das outras como é diferente o Brasil da Austrália."
- BOFF, Leonardo. 2001. O Casamento entre o Céu e a Terra. Contos dos Povos Indígenas do Brasil. Rio de Janeiro: Salamandra.
  • "Os únicos índios bons que já vi estavam mortos."
- The only good Indians I ever saw were dead
- Janeiro de 1869 em Fort Cobb
- Philip Sheridan citado em "This Country was Ours: A Documentary History of the American Indian"‎ - Página 162, de Virgil J. Vogel - 1972 - 473 páginas

No BrasilEditar

 
Os índios do Brasil não são um povo: são muitos povos, diferentes de nós e diferentes entre si.
  • "Os índios do Brasil não são um povo: são muitos povos, diferentes de nós e diferentes entre si. Cada qual tem usos e costumes próprios, com habilidades tecnológicas, atitudes estéticas, crenças religiosas, organização social e filosofia peculiares, resultantes de experiências de vida acumuladas e desenvolvidas em milhares de anos. E distinguem-se também de nós e entre si por falarem diferentes línguas."
- RODRIGUES, Aryon Dall’igna. 1986. Línguas brasileiras: para o conhecimento das línguas indígenas. São Paulo: Loyola. (p. 17)
  • "Sou avessa a qualquer tipo de autoritarismo e de prepotência, de modo que é muito difícil eu acreditar em alguém que diz "Ah! Eu sou dono da verdade, sem dúvida nenhuma", como fazem os linguistas do Summer Institute of Linguistics. Gostaria de saber como é que eles não percebem o mal que fazem para os índios, porque se você destrói o sistema de crenças, destrói toda a autoestima. Os índios já enfrentam o problema de conviver com a discriminação. Quando alguém diz "Isso em que vocês acreditam não presta, Pajé é coisa do Diabo", como disseram para os Tupari... Queira ou não queira, para impor essa visão cristã, principalmente protestante, é preciso destruir o sistema de crenças existente e, com isso, se está prejudicando claramente a população indígena."
- Cruz, Aline da & Olga Coelho. 2018. Lucy Seki (1939-2017) em primeira pessoa do singular. LIAMES, 18(2): 414-428 — Campinas, Jul./Dez. 2018.
  • "Qual é o sentido profundo da palavra mameluco? É o de alguém gerado pelo colonizador no ventre de outra mulher nativa e que depois é tomado dela para oprimir seu gentio materno. O traidor do gentio materno. Esse é o paulista antigo. Esse é o bandeirante."
- Darcy Ribeiro, Antropologia ou a Teoria do Bombardeio de Berlim, 1979
  • "O fato de que, em trezentos anos de convivência com centenas de tribos, menos de quarenta pessoas tenham merecido o registro de seus nomes e em geral por razões banais, ilustra bem a insignificância, para o branco, do índio enquanto ser humano. Em meados do século XVIII o próprio João Daniel, missionário e bom conhecedor da Amazônia, dizia que os índios “só pelas feições parecem gente, [mas] no viver e trabalhar se devem entender por feras”."
- Antonio Porro, Dicionário etno-histórico da Amazônia colonial, 2007
  • "Se a língua tupi interessa particularmente à cultura nacional, deve-se isso ao papel que o idioma desempenhou na história do país, assim como à contribuição que trouxe para o português falado no Brasil. Não são razões de caráter glotológico. Sob êste prisma, o tupi teria o mesmo interêsse que qualquer outro idioma indígena do Brasil ou da América."
- Pe. Lemos Barbosa, Curso de Tupi Antigo, 1956
  • "Fallam estas gentes mais ou menos quatro idiomas: o chiquitano, o bororó, o hespanhol e o portuguez. Ora, de um povo, que dispõe assim de tão vastos conhecimentos linguisticos, longe deve ir a idéa de dizêl-o curto de civilisação."
- João Severiano da Fonseca, Viagem ao Redor do Brasil, 1880
- Cibae Ewororo (ou Lourenço Rondon), índio Bororo, de Mato Grosso. In: RODRIGUES, Aryon Dall’igna. 1986. Línguas brasileiras: para o conhecimento das línguas indígenas. São Paulo: Loyola.
  • "Vida renascendo das cinzas Ofaié
Vida passando pela morte Kaiová
Vida gerando no ventre Terena
Vida buscando o Guató retornar
A vida da terra que é vida
A vida plena da terra Guaicuru"
- Mangolim, Olívio. 1993. Povos indígenas no Mato Grosso do Sul. Campo Grande: Cimi (MS).
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Indígenas.
O Wikimedia Commons possui multimídia sobre: Indígenas.