Diferenças entre edições de "Pudor"

103 bytes adicionados ,  10h16min de 17 de novembro de 2008
m
sem resumo de edição
m (fontes)
m
 
 
* "Minha [[ideologia]], como figura pública, que escreve uma coluna de [[opinião]], está muito bem resolvida. [[Imprensa]] não é [[propaganda]]. Se um jornalista faz propaganda do [[governo]], não tenho o menor [[pudor]] corporativo: debocho dele."
:- ''[[Diogo Mainardi]]; chat no portal [http://www.comunique-se.com.br/Conteudo/NewsShow.asp?idnot=19659&Editoria=285&Op2=1&Op3=0&pid=64899091009&fnt=fntnl Comunique-se], em 09/12/2004''
 
* "O [[pudor]] é uma provocação sexual. A verdadeira [[inocência]] é impudica".
:- ''[[F. Orestano]], no livro "Pensieri"''
 
* "O que deve caracterizar a [[juventude]] é a [[modéstia]], o [[pudor]], o [[amor]], a [[moderação]], a [[dedicação]], a [[diligência]], a [[justiça]], a [[educação]]. São estas as virtudes[[virtude]]s que devem formar o seu [[carácter]]".{{carece de fontes}}
:- ''[[Sócrates]]''
 
* " O [[cinismo]] é a única forma sob a qual as almas vulgares se aproximam do que seja a [[honestidade]]; e o [[homem]] superior terá os ouvidos atentos para todo o cinismo grosseiro ou sutil e se felicitará toda vez que um bufão sem [[pudor]] ou sátiro da ciência prosear diante dele".
:- ''[[Friedrich Nietzsche]], em "Além do Bem e do Mal"''
 
* "A [[beleza]] de um [[corpo]] nu só a sentem as raças vestidas. O [[pudor]] vale sobretudo para a sensibilidade como o obstáculo para a energia."
:- ''[[Fernando Pessoa]]; no Livro do Desassossego''