Abrir menu principal

Alterações

189 bytes adicionados ,  11h24min de 24 de agosto de 2008
m
sem resumo de edição
{{Autor
|Wikisource=en:Author:Robert G. Ingersoll
|Wikipedia=Robert G. Ingersoll
|Wikicommons=
|Color=#c0c0c0
}}
[[w:Robert G. Ingersoll|'''Robert Green Ingersoll''']] ''([[11 de agosto]] de [[1833]][[21 de julho]] de [[1899]]), foi um orador e líder político estadunidense, notável por sua cultura e defesa do [[w:agnosticismo|agnosticismo]].''
----
 
*"Tudo que a [[humanidade]] sofreu com as guerras[[guerra]]s, com a [[pobreza]], com a pestilência, com a [[fome]], com o [[fogo]] e com o [[dilúvio]], todo o pavor e toda a [[dor]] de todas as doenças[[doença]]s e de todas as mortes[[morte]]s – tudo isso se reduz a nada quando posto lado a lado com as agonias que se destinam às almas perdidas. Este é o consolo da religião cristã. Esta é a justiça de Deus – a [[misericórdia]] de [[Cristo]]. Este dogma aterrorizante, esta mentira infinita: foi isto que me tornou um implacável [[inimigo]] do [[cristianismo]]. A [[verdade]] é que a [[crença]] na danação eterna tem sido o verdadeiro perseguidor. Fundou a Inquisição, forjou as correntes e construiu instrumentos de [[tortura]]. Obscureceu a [[vida]] de muitos milhões. Tornou o berço tão terrível quanto o caixão. Escravizou nações e derramou o [[sangue]] de incontáveis milhares. Sacrificou os melhores, os mais sábios, os mais bravos. Subverteu a noção de justiça, derriscou a compaixão dos corações, transformou homens em demônios e baniu a razão dos cérebros. Como uma serpente peçonhenta, rasteja, sussurra e se insinua em toda crença ortodoxa. Transforma o homem numa eterna vítima e [[Deus]] num eterno demônio. É o horror infinito. Cada igreja em que se ensina esta idéia é uma maldição pública. Todo pregador que a difunde é um inimigo da humanidade. Em vão se procuraria uma selvageria mais ignóbil que este dogma cristão. Representa a maldade, o ódio e a vingança sem fim. Nada poderia tornar o inferno pior, exceto a presença de seu criador, Deus. Enquanto estiver vivo, enquanto estiver respirando, negarei esta mentira infinita com toda minha força, a odiarei com cada gota de meu sangue."
 
*"Por que devo permitir que me diga como criar meus filhos[[filho]]s o mesmo deus que teve que afogar os dele?"
 
*"De acordo com 2 Samuel 24:11, Davi fez um censo do [[povo]]. Isto gerou a ira de Jeová e, como punição, ele permitiu que Davi escolhesse entre sete anos de fome, uma viagem de três meses perseguido pelos inimigos ou três dias de pestes. Davi, tendo [[confiança]] em Deus, escolheu três dias de pestes; e então, Deus, o piedoso, para vingar os erros de Davi, matou setenta mil homens inocentes. Diante das mesmas circunstâncias, o que o diabo teria feito?"
 
*"Parece-me que tudo o que é necessário para convencer uma pessoa razoável de que a [[Bíblia]] é uma simples invenção humana - uma invenção de bárbaros - é lê-la. Leia a Bíblia como você leria qualquer outro livro. Pense nela como você pensaria a respeito de qualquer outro. Tire dos olhos a venda do respeito reverente. Tire do coração o fantasma do medo e expulse do trono do seu cérebro a serpente da superstição. Leia então a Santa Bíblia e você se espantará por ter, algum dia, suposto que um ser de infinita sabedoria, bondade e pureza foi o autor de tal ignorância e tal atrocidade."
 
*"A [[religião]] nunca será capaz de reformar a humanidade porque religião é uma [[escravidão]]."
 
*"Se um [[Deus]] bondoso e infinitamente poderoso governa este [[mundo]], como podemos justificar os ciclones, os terremotos, a pestilência e a fome? Como podemos justificar o câncer, os micróbios, a difteria e milhares de outras doenças que atacam durante a infância? Como podemos justificar as bestas selvagens que devoram seres humanos e as serpentes cujas mordidas são letais? Como podemos justificar um mundo onde a vida alimenta-se da vida? Será que os bicos, garras, dentes e presas foram inventados e produzidos pela infinita misericórdia? A bondade infinita deu asas às águias para que suas presas fugazes pudessem ser arrebatadas? A bondade infinita criou os animais de rapina com a intenção de que eles devorassem os fracos e os desamparados? A bondade infinita criou as inumeráveis criaturas inúteis que se reproduzem dentro de outros seres e se alimentam de sua carne? A sabedoria infinita produziu intencionalmente os seres microscópicos que se alimentam do nervo óptico? Pense na [[idéia]] de cegar um [[homem]] para satisfazer o apetite de um micróbio! Pense na vida alimentando-se da própria vida! Pense nas vítimas! Pense no Niagara de sangue derramando-se no precipício da crueldade!"
 
*"Não acredito em nenhum deus, em nenhuma [[religião]]. Mas eu tenho um credo: sejamos felizes e façamos aos outros felizes. Não é muita coisa mas é o suficiente para esta vida. Se houver outra vida, ao lá chegarmos pensaremos em alguma lei apropriada"
 
*"A [[superstição]] é filha da ignorância e [[mãe]] da [[miséria]]."
 
*"Todo [[homem]] tem o [[direito]] de pensar. Por que Deus daria asas aos pássaros para fazer do vôo um crime? Por que Ele me daria um cérebro e faria do pensamento um crime?”
''- em discurso sobre a Intolerância Religiosa apresentado em Pittsburgh no dia 14 de outubro de 1879''
 
*"Eu não posso crer num ser que criou a [[alma]] humana para o sofrimento eterno"
 
[[Categoria:Pessoas]]
[[de:Robert Green Ingersoll]]
[[en:Robert G. Ingersoll]]
[[he:רוברט אינגרסול]]
[[it:Robert G. Ingersoll]]
[[he:רוברט אינגרסול]]
[[lt:Robertas Ingersolas]]