Diferenças entre edições de "James Joyce"

245 bytes adicionados ,  13h33min de 24 de dezembro de 2007
sem resumo de edição
{{Autor
[[Image:Joyce oconnell dublin.jpg|100px|right]]
| Nome = James Joyce
[[w:James Joyce|'''James''' Augustine Aloysius '''Joyce''']], ''(2 de fevereiro de 1882 - 13 de janeiro de 1941); escritor irlandês.''
[[Image:| Foto = Joyce oconnell dublin.jpg|100px|right]]
{{wikisource2| Wikisource = en:Author:James Joyce}}
| Wikipedia = James Joyce
| Wikicommons = James Joyce
| Gutenberg =
| Cervantes =
| DominioPu =
| DomiPubli =
| EbooksG =
| Cor = #c0c0c0
}}
[[w:James Joyce|'''James''' Augustine Aloysius '''Joyce''']], ''([[2 de fevereiro]] de [[1882]] - [[13 de janeiro]] de [[1941]]); escritor irlandês.''
----
 
 
* "A única exigência que faço aos meus leitores é que devem dedicar as suas vidas à leitura das minhas obras."
===Ulisses===
 
* Somos um povo generoso mas devemos ser justos - Tenho medo dessas grandes palavras - disse stephenStephen- que nos fazem tão infelizes
:- ''pg 41''
*Somos um povo generoso mas devemos ser justos
- Tenho medo dessas grandes palavras - disse stephen- que nos fazem tão infelizes
* A coisa é se se crê realmente.
*:- ''pg 97''
A coisa é se se crê realmente
-* Monsieur de la palise - escarneia Stephen - estava vivo quinze minutos aintes de morrer
*:- ''pg 215''
- Monsieur de la palise - escarneia Stephen - estava vivo quinze minutos aintes de morrer
 
* Apega-te ao agora, ao aqui, através dos quais todo o futuro mergulha no passado
*:- ''pg 218''
 
* As gentes não sabem quao perigosas podem ser as canções de amor
-* Ba! - disse Stephen rudemente - Um homem de gênio se engana. Seus erros são volitivos e são os portais da descoberta
*pg 218
*:- ''pg 222''
Apega-te ao agora, ao aqui, através dos quais todo o futuro mergulha no passado
 
* No que nós, ou a mãe Dana, tecemos e destecemos nosso corpos - disse Stephen - no dia a dia, as moléculas deles entrecuzando-se daqui para ali, assim tece e destece o artista a sua imagem. E assim como o sinal do meu peito direito estáonde estava quando eu nasci. embora meu corpo tenha sido tecido de novos fios no correr dos tempos, assim através do espírito do pai inquieto a imagem do filho não vivente se mostra. No intenso instante da imaginação, quando a mente, diz Shelley, é um tição evanescente, aquilo que eu era é aquilo que eu sou e o que em possibilidade eu posso vir a ser. Assim no futuro, o irmão do passado, eu poderei ver-me como agora aqui estou sentado mas por reflexão daquilo qie então eu serei
*:- ''pg 227''
* Não se pode comer o bolo e continuar a tê-lo
As gentes não sabem quao perigosas podem ser as canções de amor
*:- ''pg 239''
 
*pg 222
* Me sinto tão triste. PS Florescendo tão só
- Ba! - disse Stephen rudemente - Um homem de gênio se engana. Seus erros são volitivos e são os portais da descoberta
*:- ''Pg 297''
 
*pg 227
* Permita-me - falava ele - confiar tanto em nossas relações que, embora superficiais se julgadas pelos padrões do mero tempo, são fundadas, como espero e creio, num sentimento de mútua estima, que lhe peça este favor. Mas, acaso tenha ultrapassado os limites da discrição, que a sinceridade de meus sentimentos seja a escusa da minha audácia
No que nós, ou a mãe Dana, tecemos e destecemos nosso corpos - disse Stephen - no dia a dia, as moléculas deles entrecuzando-se daqui para ali, assim tece e destece o artista a sua imagem. E assim como o sinal do meu peito direito estáonde estava quando eu nasci. embora meu corpo tenha sido tecido de novos fios no correr dos tempos, assim através do espírito do pai inquieto a imagem do filho não vivente se mostra. No intenso instante da imaginação, quando a mente, diz Shelley, é um tição evanescente, aquilo que eu era é aquilo que eu sou e o que em possibilidade eu posso vir a ser. Assim no futuro, o irmão do passado, eu poderei ver-me como agora aqui estou sentado mas por reflexão daquilo qie então eu serei
*:- ''pg 362''
 
*pg 239
* Melhor escapar um culpado do que noventa-e-nove erroneamente condenados
Não se pode comer o bolo e continuar a tê-lo
*:- ''pg 514''
 
*Pg 297
* Ela hesita em meio a fragrâncias, música, tentações. Ela oconduz para os degraus, atraindo-o pelo odor dos sovacos, o viço dos seius o,hos pintados, o frufru de sua comisola em cujas pregas sinuosas se enrosca o fartum leonino de todos os brutos e machos que a possuíram.
Me sinto tão triste. PS Florescendo tão só
*pg 362
Permita-me - falava ele - confiar tanto em nossas relações que, embora superficiais se julgadas pelos padrões do mero tempo, são fundadas, como espero e creio, num sentimento de mútua estima, que lhe peça este favor. Mas, acaso tenha ultrapassado os limites da discrição, que a sinceridade de meus sentimentos seja a escusa da minha audácia
*pg 514
Melhor escapar um culpado do que noventa-e-nove erroneamente condenados
*pg 551
Ela hesita em meio a fragrâncias, música, tentações. Ela oconduz para os degraus, atraindo-o pelo odor dos sovacos, o viço dos seius o,hos pintados, o frufru de sua comisola em cujas pregas sinuosas se enrosca o fartum leonino de todos os brutos e machos que a possuíram.
"odor dos sovacos"
*:- ''pg 551''
 
*pg 599
* Sê justo antes de ser honesto
*:- ''pg 599''
{{wikipédia}}
 
{{wikisource2|en:Author:James Joyce}}
 
{{commons|James Joyce}}
 
 
 
[[Categoria:Pessoas]]
[[Categoria:Escritores da Irlanda]]
[[Categoria:Irlandeses]]
 
[[bs:James Joyce]]