Diferenças entre edições de "Virgílio"

604 bytes adicionados ,  12h37min de 30 de março de 2017
sem resumo de edição
** Livro IX, verso 64
 
[[Ficheiro:Caravaggio - Cupid as Victor - Google Art Project.jpg|miniaturadaimagem|<center>''Omnia vincit Amor.''<p>O Amor vence tudo.</center>]]
* ''Omnia vincit Amor; et nos cedamus Amori.''
** O amorAmor vence tudo;, cedamos tambéme nós cedemos ao amorAmor.
** Livro X, verso 69
 
== ''Eneida'' (29–19 a.C.)==
:<small>Traduzida em verso português por [[w:João Franco Barreto|João Franco Barreto]] (1664)</small>
[[Ficheiro:Aeneas' Flight from Troy by Federico Barocci.jpg|miniaturadaimagem|<center>''Arma virumque cano.''<p>As armas e o varão canto.</center>]]
* ''Arma virumque cano, Troiae qui primus ab oris<br />Italiam fato profugus Laviniaque venit<br />Litora, multum ille et terris iactatus et alto<br />Vi superum, saevae memorem Iunonis ob iram.''
** '''As armas e o [[w:Eneias|varão]] canto''', piedoso,<br />Que primeiro de Tróia desterrado<br />A Itália trouxe o Fado poderoso,<br />E às praias de Lavino veio armado;<br />Aquele que, no golfo tempestuoso<br />E nas terras, foi muito contrastado,<br />Por violência dos Deuses e excessiva<br />Lembrada ira de Juno vingativa.
 
* ''Revocate animos, maestumque timorem<br />Mittite: forsan et haec olim meminisse iuvabit.''
** Tende ânimo, e esse peito, traspassado<br />De temor, confortai, e estai constantes,<br />Que, por dita, '''algum dia esta memória<br />Vos será de mor lustre, e de mor memória.'''
** Livro I, versos 202–203
 
* ''Talia voce refert, curisque ingentibus aeger<br />Spem vultu simulat, premit altum corde dolorem.''
** Tais palavras tirou do experto peito,<br />E de grandes cuidados combatido,<br />COCo rosto alegre e com sereno aspeito<br />Dissimula o que n'alma tem metido.
** Livro I, versos 208–209
 
* ''Lacrimis oculos suffusa nitentis.''
** banhandoBanhando de mimosa<br />Em lágrimas os olhos cristalinos.
** Livro I, verso 228 (sobre [[w:Vênus (mitologia)|Vénus]])
 
[[Ficheiro:Creti Venus appearing to Aeneas.jpg|miniaturadaimagem|O vestido até a parte derradeira<br />Dos pés caiu, e logo foi julgada<br />No andar certo por deusa.]]
 
* ''O Dea certe.''
** Oh certamente Deusa!
** Livro I, verso 328
<!--
 
* ''Data fata secutus.''
** Seguimos os Fados concedidos.
** Livro I, verso 382
-->
 
* ''Dixit et avertens rosea cervice refulsit,<br />Ambrosiaeque comae divinum vertice odorem<br />Spiravere; pedes vestis defluxit ad imos,<br />Et vera incessu patuit dea.''
** Disse, e, voltando as costas mui ligeira,<br />Resplandeceu com a cerviz rosada,<br />E derramou de ambrósia a cabeleira<br />Uma suavidade desusada:<br />O vestido até a parte derradeira<br />Dos pés caiu, e logo foi julgada<br />No andar certo por deusa.
* ''Illa pharetram fert umero,<br />Gradiensque deas supereminet omnes.''
** Ao ombro leva a aljava e, caminhando,<br />Vence a todos no corpo e formosura.
** Livro I, versos 500–501 (sobre [[w:Dido|Dido]])
 
* ''Si genus humanum et mortalia temnitis arma,<br />At sperate deos memores fandi atque nefandi.''
 
* ''Non ignara mali miseris succurrere disco.''
** Sei cosc'os miseráveis ser clemente<br />Porque aos males estou acostumada.
** Livro I, verso 630 ([[w:Dido|Dido]])
 
[[Ficheiro:Beware of Greeks bearing gifts.jpg|miniaturadaimagem|Não tenhais no [[w:Cavalo de Troia|cavalo]] confiança.]]
* ''Equo ne credite, Teucri.<br />Quidquid id est, timeo Danaos et dona ferentes.''
** '''Não tenhais no [[w:Cavalo de Troia|cavalo]] confiança''',<br />Alguma cousa é isto, a Grécia temo,<br />E como visto em sua feia usança,<br />Todos seus dões, incrédulo, blasfemo.
 
* ''Dis aliter visum.''
** Os deuses pensaramresolveram ode contráriooutra forma.
** Livro II, verso 428
 
100

edições