Diferenças entre edições de "Paul Valéry"

455 bytes removidos ,  11h07min de 19 de dezembro de 2016
m
+fontes -sem fontes
m (+fontes -sem fontes)
[[w:Paul Valéry|Ambroise-'''Paul'''-Toussaint-Jules '''Valéry''']] ''([[30 de outubro]] de [[1871]], em Sète – [[20 de julho]] de [[1945]], em Paris) foi um filósofo, escritor e poeta francês, da escola simbolista. Seus escritores incluem interesses em matemática, filosofia e música.''
----
 
 
*"Sabe qual aA definição da [[beleza?]] Éé fácil: é tudo aquilo que desespera"{{carece de fontes}}
::- La définition du Beau est facile : il est ce qui désespère
:::- Poësie: essais sur la poëtique et le poëte - Página 125, Paul Valéry - Bertrand Guégan, 1928 - 197 páginas
 
* "Os maus [[pensamento]]s vêm do [[coração]]".
:- ''Fonte: Citações da Cultura Universal - Página 21, Alberto J. G. Villamarín, Editora AGE Ltda, 2002, ISBN 8574970891, 9788574970899''
 
 
{{sem fontes}}
 
*"Sabe qual a definição da beleza? É fácil: é tudo aquilo que desespera"{{carece de fontes}}
 
*"Elegância é a arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado sutil de não se deixar distinguir."{{carece de fontes}}
 
* "A Dança é, na minha opinião, muito mais do que um exercício, um divertimento, um ornamento, um passatempo social; na verdade, é uma coisa até séria e, sob certo aspecto, mesmo, uma coisa sagrada. Cada era que compreendeu a importância do corpo humano, ou que, pelo menos, teve a noção sensorial de sua estrutura, de seus requisitos, de suas limitações e da combinação de genialidade que lhe são inerentes, cultivou, venerou a Dança".{{carece de fontes}}
 
[[Categoria:Pessoas]]