Hélder Câmara

Arcebispo de Olinda e Recife
(Redirecionado de Dom Hélder Câmara)

Dom Hélder Câmara (Fortaleza, Ceará, 7 de fevereiro de 1909 — Recife, Pernambuco, 27 de agosto de 1999). Arcebispo da Igreja Católica Apostólica Romana que se destacou pela sua postura em prol dos direitos humanos.

Dom Hélder Câmara
Dom Hélder Câmara
Dom Hélder Câmara
Wikipédia
Wikimedia Commons


  • "Há criaturas como a cana: mesmo postas no moenda, esmagadas de todo, reduzidas a bagaço, só sabem dar doçura"
- Mil razões para viver: meditações do padre José‎ - Página 34, de Hélder Câmara - Publicado por Civilização Brasileira, 1978 - 101 páginas

Atribuídas

editar
  • "Quando dou comida aos pobres chamam-me de santo. Quando pergunto por que eles são pobres chamam-me de comunista."
- citado em "Helder, o dom: uma vida que marcou os rumos da Igreja no Brasil"‎ - Página 53, de Zildo Rocha - Publicado por Editora Vozes, 2000, ISBN 8532622135, 9788532622136 - 208 páginas
  • "Aqui é Dom Helder. Está preso aí (na delegacia) o meu irmão" (um homem que estava sendo espancado). O policial levou um susto: "Seu irmão, eminência?". "É. Apesar da diferença de nomes, somos filhos do mesmo Pai..."
- citado por Frei Betto, em "Fome de pão e de beleza‎" - Página 52, de Betto - Publicado por Edições Siciliani, 1990 - 330 páginas
  • "Feliz de quem atravessa a vida inteira tendo mil razões para viver."
- citado em "Envelhecimento bem-sucedido‎" - Página 137, de Newton Luiz Terra, Beatriz Dornelles, Programa Geron, Programa Geron - Publicado por EDIPUCRS, 2002, ISBN 8574303089, 9788574303086 - 536 páginas
  • "Sempre que procura defender os sem-vez e sem-voz, a Igreja é acusada de fazer política."
- no termino do Concílio Vaticano II; como citado por Pe. Wagner Stephan em "Ecumenismo:Caminho de humanização e escola de amor"
  • "Sentir que a religião para nós é vida, que Deus para nós é realidade dentro da qual respiramos, nos movemos e somos; que viver não só diante de Deus, mas em Deus, longe de afastar-nos dos homens, nos torna de verdade irmãos de todos; longe de desenraizar-nos da terra, nos leva a exercer com plenitude nossa missão de domar a natureza e completar a criação; longe de tornar-nos tristes, faz de nós criaturas realizadas e felizes! Quem sabe, nosso exemplo de fé os atrairá para Deus!."
- [1]
  • "Sentir que, na prática, e, amanhã, se Deus quiser, na teoria, existe e existirá, a liberdade cristã de aceitar, dentre as várias modalidades de socialismo, as que possibilitem e ajudem a expansão da pessoa humana, e o desenvolvimento comunitário."
- [1]

Referências

  1. 1,0 1,1 Oração do paraninfo, pronunciada no dia 9 de dezembro de 1967. O texto foi reproduzido na íntegra no Expositor Cristão, 1º e 15 de janeiro, 1968, pp. 11/13. apud FERMENTO DA MASSA ECUMENISMO EM TEMPOS DE DITADURA MILITAR NO BRASIL, 1962-1982, acesso em 13/01/2020.