Hélder Câmara

Arcebispo de Olinda e Recife
(Redirecionado de Dom Hélder Câmara)
Hélder Câmara em outros projetos:

Dom Hélder Câmara (Fortaleza, Ceará, 7 de fevereiro de 1909 — Recife, Pernambuco, 27 de agosto de 1999). Arcebispo da Igreja Católica Apostólica Romana que se destacou pela sua postura em prol dos direitos humanos.



  • "Há criaturas como a cana: mesmo postas no moenda, esmagadas de todo, reduzidas a bagaço, só sabem dar doçura"
- Mil razões para viver: meditações do padre José‎ - Página 34, de Hélder Câmara - Publicado por Civilização Brasileira, 1978 - 101 páginas

AtribuídasEditar

  • "Quando dou comida aos pobres chamam-me de santo. Quando pergunto por que eles são pobres chamam-me de comunista."
- citado em "Helder, o dom: uma vida que marcou os rumos da Igreja no Brasil"‎ - Página 53, de Zildo Rocha - Publicado por Editora Vozes, 2000, ISBN 8532622135, 9788532622136 - 208 páginas
  • "Aqui é Dom Helder. Está preso aí (na delegacia) o meu irmão" (um homem que estava sendo espancado). O policial levou um susto: "Seu irmão, eminência?". "É. Apesar da diferença de nomes, somos filhos do mesmo Pai..."
- citado por Frei Betto, em "Fome de pão e de beleza‎" - Página 52, de Betto - Publicado por Edições Siciliani, 1990 - 330 páginas
  • "Feliz de quem atravessa a vida inteira tendo mil razões para viver."
- citado em "Envelhecimento bem-sucedido‎" - Página 137, de Newton Luiz Terra, Beatriz Dornelles, Programa Geron, Programa Geron - Publicado por EDIPUCRS, 2002, ISBN 8574303089, 9788574303086 - 536 páginas
  • "Sempre que procura defender os sem-vez e sem-voz, a Igreja é acusada de fazer política."
- no termino do Concílio Vaticano II; como citado por Pe. Wagner Stephan em "Ecumenismo:Caminho de humanização e escola de amor"
  • "Sentir que a religião para nós é vida, que Deus para nós é realidade dentro da qual respiramos, nos movemos e somos; que viver não só diante de Deus, mas em Deus, longe de afastar-nos dos homens, nos torna de verdade irmãos de todos; longe de desenraizar-nos da terra, nos leva a exercer com plenitude nossa missão de domar a natureza e completar a criação; longe de tornar-nos tristes, faz de nós criaturas realizadas e felizes! Quem sabe, nosso exemplo de fé os atrairá para Deus!."
- [1]
  • "Sentir que, na prática, e, amanhã, se Deus quiser, na teoria, existe e existirá, a liberdade cristã de aceitar, dentre as várias modalidades de socialismo, as que possibilitem e ajudem a expansão da pessoa humana, e o desenvolvimento comunitário."
- [1]

Referências

  1. 1,0 1,1 Oração do paraninfo, pronunciada no dia 9 de dezembro de 1967. O texto foi reproduzido na íntegra no Expositor Cristão, 1º e 15 de janeiro, 1968, pp. 11/13. apud FERMENTO DA MASSA ECUMENISMO EM TEMPOS DE DITADURA MILITAR NO BRASIL, 1962-1982, acesso em 13/01/2020.