Abrir menu principal

Alceu Amoroso Lima

Manuel Bandeira (3º da esquerda para direita em pé), Alceu Amoroso Lima (5ª posição) e Dom Hélder Câmara (7ª) e sentados (da esquerda para direita), Lourenço Filho, Roquette-Pinto e Gustavo Capanema
Rio de Janeiro, 1936
Alceu Amoroso Lima
Alceu Amoroso Lima em outros projetos:

Alceu Amoroso Lima, adotou o pseudônimo de Tristão de Ataíde (Petrópolis, 11 de dezembro de 1893Rio de Janeiro, 14 de agosto de 1983), foi um crítico literário, professor, pensador, escritor e líder católico brasileiro.


AtribuídasEditar

  • "O passado não é aquilo que passa, é aquilo que fica do que passou."
-Fonte: Revista Caras, Edição 674.
  • "A primeira condição para se realizar alguma coisa, é não querer fazer tudo ao mesmo tempo."
- com o pseudônimo de Tristão de Athayde, citado em "Otimismo em gôtas‎" - Página 56, de R. O. Dantas - 1967 - 191 páginas