Abrir menu principal

Toma Lá, Dá Cá é um programa humorístico de televisão exibido pela Rede Globo.


  • "A geladeira da dona Rita parece o Pólo Norte, gelada e deserta."
-Bozena (Alessandra Maestrini) falando sobre o vazio que está a geladeira da casa.
  • "Se dorme na caixa e não é sapato, só pode ser boneca."
-Copélia (Arlete Salles) falando sobre a sexualidade do marido de dona Álvara (Stella Miranda).
  • "Cada um chora por onde sente saudade."
-Copélia, ao ver que Bozena se urinou toda pela segunda vez no dia.
  • "Pior do que está sempre pode ficar!"
- "Copélia."
  • "Quando eu entrei em casa pensei que a TV estava ligada num programa à cabo sobre animais selvagens, porque eu ouvi uma hiena!"
-Isadora (Fernanda Souza) zombando da risada de dona Álvara.

BordõesEditar

  • "Prefiro não comentar!"
-Copélia sempre que pretende disfarçar um assunto
  • "Lá em Pato Branco..."
-Bozena
  • "É mara!"
-Seu Ladir
  • "Arnaldo e Mário Jorge não se incomodariam que Rita e Celinha os chamassem de Brad Pitt."
- Arnaldo e Mário Jorge[1]

RumoresEditar

  • "Dona Deise já pegou Bozena."
- Bozena perguntando a Dona Deise.
  • "Dona Álvara teria engaiolado mosquitos dentro da casa dela para atacar outros candidatos a síndico que contraíram dengue durante o período de eleição."
- Adônis[2]
  • "Dona Álvara e Seu Ladir não são desse planeta."
- Rita[3]
  • "A estrutura do Jambalaya é toda feita de areia."
- Tatalo[4]
  • "O Jambalaya foi construído em cima de um pântano."
- Arnaldo
  • "Celinha pode ler a sorte na máquina de lavar."
- Adônis[5]
  • "As paredes do Jambalaia tem ouvidos."
- Tatalo[6]
  • "A Bozena é fruto de uma violência que a mãe dela sofreu."
- Copélia[7]
  • "Arnaldo é pai de um chinês."
- Mário Jorge[8]
  • "Arnaldo tem um avô chinês."
- Cleide[9]
  • "Dona Álvara tem filhos com Seu Ladir, porém eles fugiram."
- Celinha[10]
  • "Mário Jorge e Celinha deram um vidro de esmalte para Rita de presente de aniversário."
- Mário Jorge e Rita[11]
  • "Isadora e Tatalo podem ter sidos trocados na maternidade."
- Mário Jorge e Dona Genenviéve.
  • "Adônis e Isadora podem ter sido frutos de uma experiência genética"
- Quietinha Albuquerque se referindo a Isadora e o próprio Adônis se referindo a ele mesmo.[12]
  • "Ladir é o pai genético de Celinha"
- Adônis[13]
  • "O apelido de Isadora na escola é pizza gigante: dá até pra oito"
- Tatalo

Referências

  1. Episódio 49: O Pecado Malha ao Lado.
  2. Episódio 26: Em Pratos Limpos
  3. Episódio 33: A Cinderela de Pato Branco
  4. Episódio 33
  5. Episódio 7: Dolly Pancada Seca
  6. Episódio 19: Nem Tudo é Realidade
  7. Episódio 19: Nem Tudo é Realidade
  8. Episódio 26: Em Pratos Limpos
  9. Episódio 16: Quem Muito se Abaixa
  10. Episódio 50: É Dos Carecas Que Elas Gostam Mais
  11. Episódio 3: Quando Paris Ilumina.
  12. Episódios 41 e 51
  13. Episódio 40
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Toma Lá, Dá Cá.