The History of the Standard Oil Company

The History of the Standard Oil Company
The History of the Standard Oil Company
The History of the Standard Oil Company em outros projetos:

The History of the Standard Oil Company é o primeiro livro escrito pela jornalista Ida Tarbell em 1904.[1]


  • “Rockefeller talvez tenha sido o maior visionário e o administrador supremo” porque “assumiu o controle dos mercados de petróleo mundiais com enorme rapidez e facilidade – antes mesmo que a maioria das pessoas percebesse”
- Charles R. Morris, “Os Magnatas”, L&PM, 2006, pág. 11.
  • “o novo e nobre partido que libertou os escravos e preservou a União é o mesmo partido que agora anda mancomunado com os magnatas trapaceiros das ferrovias e com os açambarcadores de Wall Street”
- 'Gore Vidal, “1876”, págs. 85/86, trad. Rubens Fiqueiredo, Rocco, 1997.
  • “Considere uma lista das principais empresas americanas por volta de 1910: ela incluiria a U.S. Steel e a Bethlehem Steel; a Standard Oil e a Gulf; a Swift, a Armour e a General Foods; a AT&T, a General Electric e a Westinghouse; a Anaconda Copper e a Alcoa; a Dupont e a American Tobacco. Agora uma lista semelhante relativa à década de 1970. Com exceção de empresas de novos setores industriais, como a General Motors e a RCA, as duas listas são quase idênticas. A despeito de todas as vicissitudes das fusões, mudanças de nome e medidas antitruste, as principais empresas de 1910 mantiveram suas posições ao longo dos setenta anos seguintes”
- Charles R. Morris, “O Crash De 2008 - Dinheiro Fácil, Apostas Arriscadas E O Colapso Global Do Crédito”, Aracati, 2009, pág. 48.

Referências

  1. The History of the Standard Oil Company Publicado em 14 de Janeiro de 2016.

Ligações externasEditar