Wikipédia

Stan Rice (7 de Novembro de 1942 - 9 de Dezembro de 2002) foi um poeta e artista norte-americano. Ele foi o marido da também escritora Anne Rice.



  • "E a chuva tem cor de cérebro
E a tempestade soa como alguma coisa que se lembra de alguma coisa".
  • "Ninguém está escutando.
Agora você pode cantar a canção que é sua,
como faz o pássaro, não para marcar seu território
nem seu domínio,
mas para seu aprendizado.
Que alguma coisa
brote do nada".
- "Texas suite", Body of work
  • "Esconda-me
de mim.
Encha estes buracos
com olhos,
pois os meus não são
meus. Esconda-me,
corpo e mente,
pois não presto
tão morto na vida
tanto tempo
Seja asa, e
oculte meu eu
do meu desejo
de ser
peixe fisgado.
Aquele
vinho
parece doce e
deixa meu eu
cego. E, também,
meu coração esconda,
pois irei,
nesse ritmo, ele também
comer algum dia".
- "Cannibal", Some lamb