Papa Francisco

266.º Papa da Igreja Católica

Papa Francisco (1936) é um bispo argentino, papa da Igreja Católica Apostólica Romana.

Papa Francisco
Papa Francisco
Jorge Mario Bergoglio
Nascimento Jorge Mario Bergoglio
17 de dezembro de 1936
Flores
Batizado 25 de dezembro de 1936
Residência Palácio Apostólico, Casa de Santa Marta
Cidadania Argentina
Progenitores
  • Mario José Bergoglio
  • Regina María Sívori
Alma mater
  • Facultades de Filosofía y Teología de San Miguel
  • Universidade de Buenos Aires
Ocupação padre católico de rito romano, químico, escritor, teólogo, pregador, confessor, pastor, bispo católico romano, bispo católico
Prêmios
  • Karlspreis (2016)
  • Grande Colar da Ordem do Condor dos Andes (2015)
  • Bambi (2016)
  • Order of the Smile
  • Pessoa do Ano (2013)
  • Sexist Man Alive (2021)
  • Ordem Suprema de Cristo
  • Ordem da Espora de Ouro
  • Ordem de Pio IX
  • Ordem de São Gregório Magno
  • Ordem de São Silvestre Papa
  • Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém
  • Order of the Condor of the Andes
Obras destacadas Ad charisma tuendum
Religião catolicismo
Assinatura

Verificadas

editar

Como Papa

editar
  • "Parece que meus colegas cardeais foram buscar o Papa no fim do mundo".
- G1. Cardeais foram buscar novo pontífice 'no fim do mundo', diz Papa Francisco. Acesso em 19 de março de 2013.
-Em sua primeira benção na Praça de São Pedro
  • "Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!"
-Estadão. Confira a íntegra do primeiro discurso do papa Francisco no Brasil. Acesso em 23 de julho de 2013.
-Em visita ao Brasil em 22 de julho de 2013.
  • "Se uma pessoa é gay, procura Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?"
-Zero Hora. Religiosos e ativistas comentam declaração do Papa sobre os gays. Acesso em 27 de agosto de 2013.
  • "A violência do homem contra o homem está em contradição com qualquer religião digna desse nome, em particular a três grandes religiões monoteístas (judaísmo, cristianismo e islamismo)."
-Yahoo! Notícias. Papa visita sinagoga em Roma e condena violência em nome da religião. Acesso em 26 de janeiro de 2016.
  • "[..] hoje vemos com tristeza cada vez mais longe da maioria: terra, teto e trabalho. É estranho, mas, se eu falo disso para alguns, significa que o papa é comunista."
- Quando eu falo de terra, teto e trabalho, dizem que o papa é comunista. Discurso de Francisco aos movimentos populares. "Durante o Encontro Mundial dos Movimentos Populares", promovido pelo Pontifício Conselho Justiça e Paz em colaboração com a Pontifícia Academia das Ciências Sociais, que ocorreu entre os dias 27 e 29 de outubro de 2014. Acesso em 06 de março de 2016.
  • "Quem está feliz no presépio? Nossa Senhora e São José estão cheios de júbilo: olham para o Menino Jesus e sentem-se felizes porque, depois de numerosas preocupações, acolheram esta Prenda de Deus, com tanta fé e tanto amor. «Transbordam» de santidade e por conseguinte de alegria. E vós me direis: claro! São Nossa Senhora e São José! Sim, mas não pensemos que foi fácil para eles: não nascemos santos, tornamo-nos, e isto é válido também para eles".
- Aos funcionários da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano para as felicitações de Natal, Sala Paulo VI, 21 de dezembro de 2018.
  • "A comunhão dos santos não diz respeito apenas aos irmãos e irmãs que estão ao meu lado neste momento da história, mas também àqueles que concluíram a sua peregrinação terrena e atravessaram o limiar da morte. Também eles estão em comunhão conosco. Pensemos, caros irmãos e irmãs: em Cristo ninguém nos pode separar verdadeiramente daqueles que amamos, porque o vínculo é um vínculo existencial, um laço forte que está na nossa própria natureza; só muda a forma de estar juntos com cada um deles, mas nada e ninguém pode interromper este vínculo. «Padre, pensemos naqueles que negaram a fé, que são apóstatas, que são perseguidores da Igreja, que negaram o batismo: também eles estão em casa?» Sim, também eles, inclusive os blasfemadores, todos. Somos irmãos: esta é a comunhão dos santos. A comunhão dos santos mantém unida a comunidade dos crentes na terra e no Céu".
- Audiência Geral: Catequese sobre São José 10. São José e a comunhão dos santos, Sala Paulo VI, 2 de fevereiro de 2022.
  • "Graças a Deus, pelo nosso Povo e pelos povos americanos. Fomos forjados pela Espanha que, para além das contradições e limites da concepção histórica, nos deslumbra com as suas Leis das Índias, com as Ordenações de Alfaro, com a consciência missionária de uma mulher maravilhosa que a história chamaria Isabel a Católica. Sim, a mesma que fez Colombo devolver os índios que trouxera para a Europa, porque ninguém ousaria tratar assim os seus vassalos. Somos filhos de grande consciência. Porque A obra da Espanha na América , mais que uma empresa, foi uma Missão. Uma missão dos espanhóis que se dedicaram a estas terras com o que de melhor tinham: sua cultura e sua fé. Uma missão dos conquistadores que percorreram a pé em cinquenta anos o continente, fundando cidades e misturando-se destemidamente com os índios".[1]

Citações sobre o Papa

editar
  • "Agora, a gente sempre diz, o papa é argentino, mas Deus é brasileiro"
-Dita por Dilma Rousseff em 20 de março de 2013, ao encontrar-se com o Pontífice no Vaticano.
-G1. Papa confirma que vai à Jornada no Brasil e visitará Aparecida, diz Dilma. Acesso em 20 de março de 2013
  • “Esse papa [Francisco] ele é um representante da Teologia da Libertação. Ele não está defendendo a Teologia da Libertação. Ele está levando para o centro da Igreja as intuições mais originárias da Teologia da Libertação que é a opção pelos pobres, contra a pobreza, e a favor da justiça social e da libertação. No meu modo de ver ele vai criar uma nova genealogia de papas. E eu creio que esse papa, judiciosamente, eu diria até espertamente, porque ele é jesuíta, está nomeando cardeais, isto é, está criando a base eleitoral para garantir a sucessão dele na mesma linha que ele está levando uma Igreja que se abre ao mundo, que renuncia a esse mito da exclusividade de só ela ser verdadeira”.
- Leonardo Boff em live (youtube.com/watch?v=gOLH_nR0D0E) com Eleonora e Rodolfo Lucena
- Fonte: Canal Tutaméia TV (YouTube) — 27 de julho de 2020
  1. Gullo Omoedo, Marcelo; "Nada por lo que pedir perdón.La importancia del legado español frente a las atrocidades cometidas por los enemigos de España"p.348