Abrir menu principal

Mano Brown

Cantor brasileiro de Rap
Mano Brown
Mano Brown
Mano Brown em outros projetos:

O rapper Mano Brown, pseudônimo de Pedro Paulo Soares da Silva (São Paulo, 22 de abril de 1970) é vocalista do grupo Racionais MC's, grupo de rap formado na cidade de São Paulo em 1988 e integrado por Mano Brown (Pedro Paulo Soares Pereira), Ice Blue (Paulo Eduardo Salvador), Edy Rock (Edivaldo Pereira Alves) e KL Jay (Kleber Geraldo Lelis Simões).


  • "“Tem gente que vivia melhor antes. Vivia do privilégio e não da Justiça. E milhões de pessoas que viviam abaixo da Justiça, abaixo da humanidade”".
-Agência PT de Notícias - Atualizado em 9 de abril de 2016 às 12:10
  • "“Nas novas divisões o dinheiro teve que ser repartido por pessoas que antes não comiam, não vestiam, não tinham vontade de viver mais”".
-Agência PT de Notícias - Atualizado em 9 de abril de 2016 às 12:10
  • "“Quando o Brasil pagou a dívida do FMI. Quando teve uma crise mundial e o Brasil passou por ela”".
-Agência PT de Notícias - Atualizado em 9 de abril de 2016 às 12:10
  • "A oposição e aqueles que querem derrubar o governo da presidenta Dilma Rousseff querem apenas trocar o comando, mas não estão verdadeiramente preocupados com os problemas do país."
-Agência PT de Notícias - Atualizado em 9 de abril de 2016 às 12:10
  • "“O triste é ver que eles não estão preocupados com Brasil. Eles estão preocupados em substituir quem está no poder”."
-Agência PT de Notícias - Atualizado em 9 de abril de 2016 às 12:10
  • "“A ideia do Bolsa Família tirou o Brasil de uma condição e levou para outra."
-Agência PT de Notícias - Atualizado em 9 de abril de 2016 às 12:10
  • "Se o seu fundamento é o mesmo que o meu, lá na frente a gente se encontra".
- entrevista a Ana Paula Souza
  • "A vida é um jogo onde vencer é a uníca saida".
- na música "Na Fé Firmão"
  • "A alma guarda, o que a mente tenta esquecer".
- na música "Negro Drama", do álbum "O Círculo"
  • "Não posso ser refém de nada, nem do rap. Aquele Mano Brown virou sistema viciado."
- na entrevista para a Rolling Stone, pág. 83[1]
  • "Eu queria ser mais uma roda, não o maquinista."
- na entrevista para a Rolling Stone, pág. 84[2]
  • "Inteligência é estar no convívio, interagindo, e não se isolar"
- na entrevista para a Rolling Stone, pág. 87[3]
  • "No Brasil você não vê gente da minha cor fazendo comercial."
- na entrevista para a Rolling Stone, pág. 88[4]
  • "Se eu não fosse o Mano Brown, seria invisível na rua."
- na entrevista para a Rolling Stone, pág. 88[5]
  • "Só confio em mim, mais ninguém. Cê me entende?"
-Na música sou um 157
  • "Por você ser preto tem que ser duas vezes melhor."
- Na música A vida é um desafio
  • "Mundo em decomposição por um triz. Transforma um irmão meu num verme infeliz."
- Na música jesus chorou
- Mano Brown, Racionais MC's - na música Estilo Cachorro

NotasEditar

  1. Em referência a sua postura adquirida nos anos anteriores, ele afirma que mudou sua atitude.
  2. Em referência a ser o principal cantor de rap brasileiro e um dos precursores do estilo no país.
  3. Em referência a sua postura de não falar com a imprensa durante maior parte da carreira, Brown afirma que mudou e está disposto a conversar.
  4. Segundo ele, a cor parda (a sua) não serve nem para "senhor ou escravo", e é considerada pela população como lixo.
  5. Também em referência ao comentário anterior, que se ele não cantasse seria apenas uma pessoa simples, e não teria destaque algum.