John Stuart Mill

influente pensador britânico do século XIX (1806-1873)

John Stuart Mill (20 de maio de 1806 - 8 de maio de 1873), foi um filósofo e economista inglês.

John Stuart Mill
John Stuart Mill
A l'edat de 64 anys.
Nascimento 20 de maio de 1806
Islington
Morte 8 de maio de 1873 (66 anos)
Avinhão
Sepultamento Cimetière Saint-Véran
Cidadania Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Progenitores
  • James Mill
Cônjuge Harriet Taylor
Alma mater
  • University College London
Ocupação filósofo, economista, político, autobiógrafo, escritor, igualitarismo, empregado de escritório, sufragista
Prêmios
  • Doutor honorário da Universidade de Viena
  • Membro Honorário da Sociedade Real de Edimburgo
  • Membro da Academia Americana de Artes e Ciências
Empregador(a) Companhia Britânica das Índias Orientais
Obras destacadas A Liberdade, Autobiography, Considerations on Representative Government
Movimento estético ateísmo, igualitarismo, utilitarismo, liberalismo
Religião ateísmo
Causa da morte erisipela
Assinatura

  • "Perguntem a vocês mesmos se são felizes e deixarão de sê-los."
- Ask yourself whether you are happy and you cease to be so.
- The ethics of John Stuart Mill - página 108, John Stuart Mill, Charles Douglas - Blackwood, 1897 - 233 páginas
  • "As ações são corretas na medida em que tendem a promover a felicidade, erradas na medida em que tendem a promover o reverso da felicidade."
- Principle, holds that actions are right in proportion as they tend to promote happiness, wrong as they tend to produce the reverse of happiness.
- Dissertations and discussions: political, philosophical, and historical - Volume 3, Página 308, John Stuart Mill - William V. Spencer, 1865
  • "Se portanto a escolha tivesse de ser feita entre o comunismo com todas as suas chances e o atual sistema social com todos seus sofrimentos e injustiças; se a instituição da propriedade privada implicasse com consequência que o produto do trabalho fosse partilhado como agora o vemos ser, quase que na razão inversa ao trabalho - a porção maior para os que jamais trabalharam, a segunda maior para aqueles cujo trabalho nominal e assim em escala descendente, a remuneração se apequenado na medida em que o trabalho se torna mais duro e mais desagradável, até que o trabalho corporal mais fatigante e exaustivo não possa contar com certeza sequer com o ganho da satisfação das necessidades vitais; se isso ou o comunismo fosse a alternativa, todas as dificuldades, grandes ou pequenas, do comunismo não seriam seriam mais que poeira no prato da balança"
- John Stuart Mill. Principles of political economy with some of their applications to social philosophy (People's Edition). Londres, Logmans, Green, Reader and Dyer, 1868, Livro II, Capítulo I, p.128)
  • "Entretanto, sob esta condição, a sociedade tem todo o direito de revogar ou alterar qualquer direito particular de propriedade que, depois de cuidadosa consideração, ela considere ser um obstaculo ao bem público. E, reconhecidamente, o terrível libelo que, como vimos num capitulo anterior, os socialistas podem apresentar contra a atual ordem econômica da sociedade exige completa consideração de todos os meios pelos quais a instituição pode vir a ter uma chance de funcionar de maneira mais benéfica para aquela grande parcela da sociedade que presentemente usufrui a menor parcela de seus benefícios diretos."
- John Stuart Mill. Capítulos sobre o socialismo (Editora Fundação Perseu Abramo).
  • "Que ninguém pacifique a sua consciência com a ilusão de que não poderá causar mal algum se não tomar parte e não formar opinião. Os homens maus não precisam de nada mais para atingir seus objetivos do que os homens bons olharem e não fazerem nada".
- Let not any one pacify his conscience by the delusion that he can do no harm if he takes no part, and forms no opinion. Bad men need nothing more to compass their ends, than that good men should look on and do nothing.
- Discurso inaugural proferido na Universidade de St. Andrews, 1º de fevereiro de 1867
  • "O único propósito pelo qual o poder pode ser legitimamente exercido sobre qualquer membro de uma comunidade civilizada, contra a sua vontade, é evitar danos a outros. Seu próprio bem, seja físico ou moral, não é garantia suficiente".
- The only purpose for which power can be rightfully exercised over any member of a civilized community, against his will, is to prevent harm to others. His own good, either physical or moral, is not a sufficient warrant.
- On liberty - Página 22, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas
  • "O mal peculiar de silenciar a expressão de uma opinião é que isso está roubando a raça humana; a posteridade, bem como as gerações existentes, aqueles que discordam da opinião ainda mais do que aqueles que a defendem. Se a opinião estiver correta, eles ficam privados da oportunidade de trocar o erro pela verdade. Se estiverem errados, perdem um benefício quase tão grande: a percepção mais clara e a impressão mais viva da verdade produzida pela sua colisão com o erro."
- The peculiar evil of silencing the expression of an opinion is that it is robbing the human race; posterity as well as the existing generations, those who dissent from the opinion still more than those who hold it. If the opinion is right, they are deprived of the opportunity of exchanging error for truth. If wrong, they lose what is almost as great a benefit: the clearer perception and livelier impression of truth produced by its collision with error.
- On liberty - Página 33, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas
  • "Nunca podemos ter certeza de que a opinião que tentamos sufocar é falsa; e se tivéssemos, sufocá-la continuaria sendo um mal."
- We can never be sure that the opinion we are endeavouring to stifle is a false opinion; and if we were sure, stifling it would be an evil still.
- On Liberty - Página 34, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859, 207 páginas
  • "Quem só conhece seu próprio lado do problema sabe pouco sobre ele."
- He who knows only his own side of the case knows little of that.
- On liberty - Página 67, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas
  • "O maior perigo de nossos tempos é que tão poucos ousam ser excêntricos."
- That so few now dare to be eccentric, marks the chief danger of the time.
- On liberty - Página 121, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas
  • "Aparentemente, uma pessoa pode progredir durante um certo tempo e então parar. Quando ela pára? Quando deixa de ter individualidade."
- A people, it appears, may be progressive for a certain length of time, and then stop : when does it stop ? When it ceases to possess individuality.
- On liberty - Página 127, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas
  • "Quem deixa que o mundo, ou uma porção deste, escolha seu plano de vida não tem necessidade senão da faculdade de imitação dos símios."
- He who lets the world, or his own portion of it, choose his plan of life for him, has no need of any other faculty than the ape-like one of imitation.
- On liberty - Página 106, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas
  • "As pessoas de gênio, é verdade, são e provavelmente sempre serão uma pequena minoria; no entanto, para tê-las é necessário conservar o solo em que crescem. O gênio só pode respirar livremente numa atmosfera de liberdade."
- Persons of genius, it is true, are, and are always likely to be, a small minority; but in order to have them, it is necessary to preserve the soil in which they grow. Genius can only breathe freely in an atmosphere of freedom.
- On liberty - Página 116, John Stuart Mill - John W. Parker and son, 1859 - 207 páginas

Utilitarismo (1861)

editar
  • "Tentarei, sem maiores discussões sobre as outras teorias, contribuir com algo para a compreensão e apreciação da teoria utilitária ou da Felicidade, e para a prova de que ela é suscetível. É evidente que isso não pode ser prova no sentido comum e popular do termo. Questões de fins últimos não são passíveis de prova direta. Tudo o que pode ser provado como bom, deve sê-lo por ser um meio para algo admitido como bom sem prova."
- I shall, without further discussion of the other theories, attempt to contribute something towards the understanding and appreciation of the Utilitarian or Happiness theory, and towards such proof as it is susceptible of. It is evident that this cannot be proof in the ordinary and popular meaning of the term. Questions of ultimate ends are not amenable to direct proof. Whatever can be proved to be good, must be so by being shown to be a means to something admitted to be good without proof. - Utilitarianism - Capítulo 1, John Stuart Mill, 1861
  • "O credo que aceita como fundamento da moral a Utilidade, ou o Princípio da Maior Felicidade, sustenta que as ações são corretas na medida em que tendem a promover a felicidade, e erradas na medida em que tendem a produzir o contrário da felicidade. Por felicidade entende-se o prazer e a ausência de dor; pela infelicidade, pela dor e pela privação do prazer."
-"The creed which accepts as the foundation of morals, Utility, or the Greatest Happiness Principle, holds that actions are right in proportion as they tend to promote happiness, wrong as they tend to produce the reverse of happiness. By happiness is intended pleasure, and the absence of pain; by unhappiness, pain, and the privation of pleasure." - Utilitarianism - Capítulo 2, John Stuart Mill, 1861

Atribuídas

editar
  • "Um conservador não é necessariamente parco de inteligência, mas a maioria das pessoas pouco inteligentes são conservadoras."
- all conservatives aro not stupid, all stupid people are conservative.
- Citado em "Harper's new monthly magazine: Volume 60" - página 785, Henry Mills Alden - Harper & Brothers, 1880
  • "É impossível que ocorram grandes transformações positivas no destino da humanidade se não houver uma mudança de peso na estrutura básica de seu modo de pensar."
- No great improvements in the lot of mankind are possible, until a great change takes place in the fundamental constitution of their modes of thought.
- Citado em "London society: Volume 26" - página 371, J. Hogg, 1874