Abrir menu principal

Jürgen Habermas

professor académico alemão
Jürgen Habermas
Jürgen Habermas
Jürgen Habermas em outros projetos:

Jürgen Habermas (18 de junho de 1929) filósofo e sociólogo alemão. É membro da Escola de Frankfurt. Dedica-se ao estudo da democracia por meio das teorias do agir comunicativo, da política deliberativa e da esfera pública. É considerado como um dos mais importantes intelectuais contemporâneos.



  • "Discurso designa uma forma de comunicação deliberativa, em contextos de crítica e debate, na qual são tematizadas as pretensões de validade quando a busca do entendimento mútuo acontece em situações de conflito, e são problematizados princípios e normas de validação que passarão a ser examinados à luz de processos argumentativos."
-Fonte - Livro: HABERMAS, Jürgen. Verdade e justificação: ensaios filosóficos. São Paulo, Edições Loyola, 2004.
  • "Argumentação é o tipo de discurso em que os participantes tematizam pretensões de validade controversas e procuram resolvê-las ou criticá-las com argumentos."
-Fonte - Livro: HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo: racionalidade da ação e racionalização social. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012. V.1, p.48"
  • "Uma pretensão de validade pode ser manifestada por um falante diante de (no mínimo) um ouvinte."
-Fonte - Livro: HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo: racionalidade da ação e racionalização social. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012. V.1, p. 82"
  • "O conceito do agir comunicativo pressupõe a linguagem como médium de uma espécie de processos de entendimento ao longo dos quais os participantes, quando se referem a um mundo, manifestam de parte a parte pretensões de validade que podem ser aceitas ou contestadas."
-Fonte - Livro: HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo: racionalidade da ação e racionalização social. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012. V.1, p. 191"
  • "Só à luz da esfera pública é que aquilo que é consegue aparecer, tudo se torna visível a todos. Na conversação dos cidadãos entre si é que as coisas verbalizam e se configuram; na disputa dos pares entre si, os melhores se destacam e conquistam a sua essência: a imortalidade da fama."
-Fonte - Livro: HABERMAS, Jürgen. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a categoria da sociedade burguesa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003. p. 16"
  • "Não afirmo que os homens gostariam de agir de modo comunicativo, mas que eles são obrigados a agir desta maneira."
-Fonte - Livro: HABERMAS, Jürgen. Sobre o poder das teorias: e sobre a sua impotência. IN: HABERMAS, Jürgen. Diagnósticos do tempo: seis ensaios. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2005."