Abrir menu principal

Gonçalves Dias

poeta e dramaturgo brasileiro
Gonçalves Dias
Gonçalves Dias
Gonçalves Dias em outros projetos:

Antonio Gonçalves Dias poeta brasileiro (Caxias, MA, 10 de agosto de 1823 - morte a bordo (naufrágio do navio Ville de Boulogne, nos baixios de Atins), perto da vila de Guimarães, MA, 3 de novembro de 1864).


  • Gigante orgulhoso, de fero semblante,
Num leito de pedra lá jaz a dormir!
Em duro granito repousa o gigante,
Que os raios somente puderam fundir.
- "O Gigante de Pedra" (vide wikisource)
  • Cruas ânsias,
Dos teus olhos fechados,
Houveram-me acabrunhado,
A não lembrar-me de ti!
- (Obras poéticas, I, p. 343).