Diferenças entre edições de "Nicolau II da Rússia"

36 bytes removidos ,  18h03min de 11 de julho de 2009
sem resumo de edição
 
* "Me deixa doente ouvir as notícias! Greves em escolas, policiais, soldados e cossacos assassinados, tumultos, desordens, amotinações. Mas os Ministros, ao invés de tomarem uma decisão rápida, somente reúnem-se em conselhos como um bando de galinhas assustadas e cacarejam sobre providenciar uma unida ação ministerial...".
:- ''Em uma cartaCarta à mãe durante a Revolução de 1905.''
 
* "Vieram tropas de fora da cidade para reforçar a guarnição. Até agora, os operários têm se mantido calmos. O seu número deve andar à volta de 120.000. Encabeçando-os encontra-se uma espécie de sacerdote socialista chamado Gapon. Mirsky veio aqui esta noite para apresentar o relatório das medidas tomadas."
:- ''Comentando sobre a Terceira Duma com Stolypin, em 1909''
 
* "Apesar dos argumentos muito convincentes para se adotaradoptar uma decisão positiva neste assunto, uma voz interior insiste cada vez mais comigo para que não assuma responsabilidades a esse respeito. Até aqui a minha consciência não me enganou. Por isso, tenciono seguir as sua diretivas neste caso. Eu sei que você também acredita que “o coração de um czar está nas mãos de Deus”. Que assim seja. Por todas as leis estabelecidas por mim, respondo perante Deus e estou pronto a responder em qualquer momento por esta decisão!"
:- ''Nota escrita por Nicolau a Stolypin, justificando porque não assinou um documento .''
 
:- ''Alexandre Kerensky sobre seu primeiro encontro com Nicolau e sua família.''
 
* "[Nicolau tinha]maneiras modestas e completa ausência de pose. Talvez, era essa simplicidade sincera e natural que dava ao Imperador a fascinação peculiar, o charme que era reforçado ainda mais pelos seus olhos maravilhosos, profundos e tristes. Não pode ser dito que as minhas conversas com o czar seresultassem deviam ade um desejo especialda parte dele; ele era obrigado a me ver-me... ainda assim, o antigo czar nunca perdeu o seu equilíbrio, nunca falhou em agir como um homem cortêseducado."
:- ''Alexandre Kerensky sobre Nicolau II.''
 
:- '' [[Paulo Alexandrovich Romanov|Grão-duque Paulo Alexandrovich]], tio mais novo do Czar após a decisão de Nicolau II de assumir o comando total das tropas russas durante a [[Primeira Guerra Mundial]].
 
* "Eu ainda tenho uma impressão deles que ficará para sempre emna minha alma. O czar não era jovem, a sua barba já estava ficandoa ficar grisalha... [Ele vestia] uma blusa de soldado com um cinto de oficial amarrado por uma fivela em volta da cintura. A fivela era amarela... a blusa era cáqui, a mesma cor de suas calças e das botas gastas. Seus olhos eram bondosos, e ele tinha no geral, uma expressão benévola. Eu tinha a impressão de que ele era uma pessoa bondosa, simples, franca e tagarela. Às vezes eu sentia que ele falava comigo diretamentedirectamente. Ele olhava-nos olhava como se tivessequisesse gostado de falar conoscoconnosco. A czarina não era nada como ele. Ela parecia severa e tinha as maneiras e aparência de uma mulher arrogante e zangada. Às vezes, tínhamos o hábito de discutir sobre eles entre nós e decidimos que ela era diferente e parecia exatamenteexactamente como uma czarina. Ela parecia que era mais velha que o czar. Cabelos grisalhos eram claramente visíveis eme as suas têmporas e o seu rosto não eraeram o de uma mulher jovem. Todos os meus maus pensamentos sobre o czar desapareceram depois quede eu permaneciter ficado um certo tempo entrecomo os guardasguarda. Depois de vê-los [o czar e a sua família] várias vezes, eu comecei a sentir algo inteiramente diferente em relação a eles; comecei a sentir pena deles. Pena deles como seres humanos. Estou falando a vocêfalar-lhe a completa verdade. Você podePode acreditar ou não em mim, mas eu dizia a mim mesmo:"Eles que fujam... Alguma coisa deve ser feita para que eles fujam."
:- ''Anatoly Yakimov, guarda da prisão de Nicolau e sua família em Ekaterimburgo.''
 
Utilizador anónimo