Igreja Católica: diferenças entre revisões

172 bytes adicionados ,  19 de junho de 2009
m
mais citação - com referências -, reorganizando ordem das citações também por razões estéticas
Sem resumo de edição
m (mais citação - com referências -, reorganizando ordem das citações também por razões estéticas)
[[w:Igreja Católica|'''Igreja Católica''']], ''do grego'' εκκλεσια (ekklesia) ''(que significa "assembléia") e do grego'' καθολικός (katholikós), ''que significa universal, também denominada '''Igreja Católica Romana''' e '''Igreja Católica Apostólica Romana'''.''
----
* "Onde está o [[Jesus Cristo|Cristo Jesus]] está a '''Igreja Católica'''".
:-''Santo Inácio de Antioquia (110)''. Citado em "A Minha Igreja" de Prof. Felipe Aquino.
 
* "Se a '''Igreja Católica Romana''' não tivesse tido uma admirável organização temporal como poderiam ter subsistido os melhores princípios do Evangelho?"
:-''Daniel Rops'', em sua obra "A Igreja dos Tempos Bárbaros", (Ed. Quadrante, vol. II, 1991, SP, pág. 85, v. II).
 
* "Eu não sou católica; mas considero a [[idéia]] cristã, que tem suas [[raíz]]es no [[pensamento]] grego e no curso de [[século]]s tem alimentado todas as nossas civilizações européias, como algo ao qual não se pode renunciar sem se tornar degradado."
* "A [[história]] do [[comunismo]], do movimento comunista, é no fundamental, embora num percurso acidentado, a [[história]] de uma luta social constante na defesa dos interesses e [[direito]]s dos explorados e oprimidos, tendo como objectivo construir uma [[sociedade]] nova e melhor, o que implica confiança no ser humano e exclui a [[crença]] em formas sobrenaturais, que decidam do seu [[destino]]. Os objectivos e a luta dos comunistas hoje são inseparáveis dos objectivos e da luta desde o Manifesto Comunista de [[1848]]. A [[Igreja católica]] pouco tem a ver com os primeiros cristãos que eram perseguidos. Aquele aquem se atribui a fundação da [[Igreja]], S. Pedro, foi crucificado e de [[cabeça]] para baixo. Quando, alguns dizem que [[Cristo]] foi o primeiro comunista, atribuem-lhe ideias e comportamentos com os quais pouco ou nada têm a ver as [[ideia]]s e os [[comportamento]]s da [[Igreja Católica]] ao longo dos anos, pois ela se tornou um elemento integrante do [[feudalismo]], e depois do [[capitalismo]], a não ser em alguns dos seus sectores que retomam as melhores [[ideia]]s e [[comportamento]]s atribuídos a [[Cristo]]. No movimento comunista e na concretização dos seus objectivos registaram-se, graves situações e fenómenos que se afastaram dos ideais sempre proclamados pelos comunistas. Mas, se se fala em [[comunismo]] hoje, eu só compreendo mantendo e defendendo esses ideais e não renegando as grandes realizações e o [[património]] de luta de gerações e gerações de comunistas. Os comunistas não têm uma concepção ideológica separada de uma intervenção prática. Ao contrário da [[Religião]], não aceitamos o conformismo e a resignação. Não estamos a lutar por uma concepção; estamos, com uma concepção, a lutar pela solução de problemas concretos da [[humanidade]] e por uma transformação da [[sociedade]] que os resolva. Estamos cá na terra, com os pés assentes na [[terra]]."
:- ''[[ÁlvaroSimone CunhalWeil]]''
 
* "Somente a Igreja ousou opor-se à campanha de Hitler de suprimir a verdade. Nunca tive um interesse especial pela Igreja antes, mas agora sinto um grande afeto e admiração porque somente a Igreja teve a coragem e a força constante de estar da parte da verdade intelectual e da liberdade moral" <ref>[http://www.michaeljournal.org/piusXII.htm Michael Journal], visitado em 20.11.2008</ref>
 
:- ''[[Albert Einstein]]'' ([[23 de dezembro]] de [[1940]] no jornal "Time")
 
* "Há várias maneiras de prejudicar os [[pobre]]s. Elas têm sido deligentemente utilizadas por pessoas e instituições, com intenções perigosamente boas. Comecemos pela [[Igreja Católica]]. Sua opção pelos [[pobre]]s tem sido uma opção pela pobreza. De um lado, favorece a proliferação dos pobres, opondo-se a técnicas "artificiais" de [[controle de natalidade]], que são as únicas realmente eficazes, pois a abstenção sexual nas épocas férteis não é [[esporte]] fácil nos trópicos. De outro, contribui para a criação de uma [[mentalidade]] anticapitalista, pela suspicácia em relação ao [[lucro]] empresarial."
:- ''[[Renato Russo]]''
 
* "A [[história]] do [[comunismo]], do movimento comunista, é no fundamental, embora num percurso acidentado, a [[história]] de uma luta social constante na defesa dos interesses e [[direito]]s dos explorados e oprimidos, tendo como objectivo construir uma [[sociedade]] nova e melhor, o que implica confiança no ser humano e exclui a [[crença]] em formas sobrenaturais, que decidam do seu [[destino]]. Os objectivos e a luta dos comunistas hoje são inseparáveis dos objectivos e da luta desde o Manifesto Comunista de [[1848]]. A [[Igreja católica]] pouco tem a ver com os primeiros cristãos que eram perseguidos. Aquele aquem se atribui a fundação da [[Igreja]], S. Pedro, foi crucificado e de [[cabeça]] para baixo. Quando, alguns dizem que [[Cristo]] foi o primeiro comunista, atribuem-lhe ideias e comportamentos com os quais pouco ou nada têm a ver as [[ideia]]s e os [[comportamento]]s da [[Igreja Católica]] ao longo dos anos, pois ela se tornou um elemento integrante do [[feudalismo]], e depois do [[capitalismo]], a não ser em alguns dos seus sectores que retomam as melhores [[ideia]]s e [[comportamento]]s atribuídos a [[Cristo]]. No movimento comunista e na concretização dos seus objectivos registaram-se, graves situações e fenómenos que se afastaram dos ideais sempre proclamados pelos comunistas. Mas, se se fala em [[comunismo]] hoje, eu só compreendo mantendo e defendendo esses ideais e não renegando as grandes realizações e o [[património]] de luta de gerações e gerações de comunistas. Os comunistas não têm uma concepção ideológica separada de uma intervenção prática. Ao contrário da [[Religião]], não aceitamos o conformismo e a resignação. Não estamos a lutar por uma concepção; estamos, com uma concepção, a lutar pela solução de problemas concretos da [[humanidade]] e por uma transformação da [[sociedade]] que os resolva. Estamos cá na terra, com os pés assentes na [[terra]]."
* "Eu não sou católica; mas considero a [[idéia]] cristã, que tem suas [[raíz]]es no [[pensamento]] grego e no curso de [[século]]s tem alimentado todas as nossas civilizações européias, como algo ao qual não se pode renunciar sem se tornar degradado."
:- ''[[SimoneÁlvaro WeilCunhal]]''
 
* "Somente a Igreja ousou opor-se à campanha de Hitler de suprimir a verdade. Nunca tive um interesse especial pela Igreja antes, mas agora sinto um grande afeto e admiração porque somente a Igreja teve a coragem e a força constante de estar da parte da verdade intelectual e da liberdade moral" <ref>[http://www.michaeljournal.org/piusXII.htm Michael Journal], visitado em 20.11.2008</ref>
:- ''[[Albert Einstein]]'' ([[23 de dezembro]] de [[1940]] no jornal "Time")
 
 
6

edições