Diferenças entre edições de "Dercy Gonçalves"

4 232 bytes adicionados ,  12h43min de 10 de abril de 2009
sem resumo de edição
m (clean up AWB)
 
*"Meu século foi muito digno. As famílias eram famílias, a polícia era polícia. Hoje, não tem mais nada."
 
==Em Entrevista no Programa Roda Viva da TV Cultura [http://www.rodaviva.fapesp.br/materia/430/entrevistados/dercy_goncalves_1995.htm]==
 
* “Todo mundo, tudo é descartável.”
 
* “É uma falta de [[imaginação]] danada das televisões do Brasil, das pessoas, dos diretores do Brasil! É uma falta de imaginação! Não criam nada, só copiam!”
 
* “Porque o meu [[estilo]] eu criei, permaneceu e é o que está comandando...”
 
* “O negócio é você viver com o que tem. Então é um [[sucesso]] a sua vida!”
 
* “Eu sou uma mulher engraçada!”
 
* “Como é que eu vou querer ser [[homem]]? Porra! Que enfia aquela banana e não faz mais nada?!”
 
* “Não tenho [[saudade]] de nada, uma coisa que eu não tenho é esse defeito.”
 
* “A gente aqui com o cenário maravilhoso que a gente tem da [[vida]], não precisava nem cenário para fazer nada.”
 
* “Acho uma sacanagem dar dinheiro para artista montar o seu ego, para satisfazer o seu ego.”
 
* “É... Um papel para mim não tem seriedade. Eu torço ele como eu quero. Hoje eu tenho a capacidade de saber fazer o que eu quero da graça, o que eu quero do papel. Até a [oração] - Ave Maria - eu faço você mijar de rir.”
 
* “O único dinheiro mole que ganhei foi a Antarctica [empresa de bebidas] que me pagou para dizer: “falou!”.”
 
* “Eu sou a favor de uma [[ordem]], de uma [[disciplina]]. Não pode ser é esculhambação.”
 
* “Num país deste, que ninguém tem moral para [[censura]], ninguém porra!”
 
* “Não, o que é meu é igual ao de todo mundo.”
 
* “Eu sou terrível mesmo.”
 
* “Nunca pensei em ficar velha. Nunca pensei. Por isso que eu digo: a gente não pensa que vai ficar velha. A gente, quando vai fazer quarenta anos, pensa que já esta acabando. Pensa que já está acabando: “já estou velha”. Pô, entra nos cinqüenta: “porra, já estou velha!”. Não está! Agora você imagina eu, com 88... Eu não me acho velha!”
 
* “Tudo eu posso fazer. Não há nada que eu não possa fazer. Eu tenho cabeça, raciocínio, equilíbrio, [[inteligência]].”
 
* “Você, pra ser uma mulher de peito. É primeiro... Você precisa ter [[dignidade]], isso é a primeira coisa. Dignidade no que você fala, você [precisa] se respeitar, não se avacalhar, não fazer mutreta, não fazer coisa que te envergonhe, se amar. [Fazendo] isso tudo, você chega a ser uma mulher de peito.”
 
* “O diabo é que está todo mundo com a mesma cara! Parece que eu estou no Japão!”
:- “Sobre o lado ruim das cirurgias plásticas.”
 
* “Acho linda a minha [[idade]]. Acho que eu, com 88 anos, sou espetacular porque sou mulher que cruza pernas, sou mulher que tem umas pernas perfeitas, sou uma mulher que ainda é “comível” para quem gosta de comer com [[pimenta]]!”
 
* “Sou, mas sou uma [[mulher]] de estudo! Pra, quando morrer, estudarem! Porque eu não tenho uma [[dor]]. Em lugar nenhum! Eu sou leve, olha! Leve...”
 
* “Não! Nunca, nunca. Eu não bebo. Nem cerveja. Não gosto nem de Coca-Cola, bebo muito pouco. Não bebo. Chupo muita fruta... Gosto muito de uva, uva moscatel [originária do sul da Itália e caracterizada pelo sabor adocicado] da boa.”
 
* “Porque uma trepada aqui, outra trepada ali não faz mal a ninguém.”
 
* “Cada um manda na sua "xereca".”
 
* “Eu me deito como uma pedra e levanto como uma vaca, já louca para meter o chifre por aí afora.”
* “Ah, viajar é comigo! Aí uma coisa que não me saiu ainda: a [[inveja]]. Quando [alguém] vai viajar eu fico com inveja... Eu queria ir!”
 
* “O país me conhece, o país grita: “Dercy! Fala palavrão!”, [eu grito de volta]: “Vai tomar no cu!”, eles morrem de [[rir]].”
 
* “Mas quem é que disse que tomar no cu é feio?”
 
* “Eu passei pela [[vida]], vi tudo e fiz tudo. Vivi e não me machuquei.”
 
* “Eu sou uma mulher séria, eu sou muito séria.”
 
* “Nem troféu! É muita porcaria junta, sabe? Eu tenho uma porrada de troféu lá, dá trabalho... O que eu gasto para limpar aquilo tudo não é normal! Eu acho troféu uma babaquice. Eu preferia que me dessem um frango assado, que me dessem [[dinheiro]]... Não era melhor?”
 
* “Está todo mundo fodido!”
 
 
[[Categoria:Pessoas]]
Utilizador anónimo