Diferenças entre edições de "Vilanova Artigas"

651 bytes adicionados ,  17h31min de 9 de abril de 2009
m
fontes
m (fontes)
[[w:João Batista Vilanova Artigas|'''João Batista Vilanova Artigas''']] ''(Curitiba, [[23 de junho]] de [[1915]] - [[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[12 de janeiro]] de [[1985]]) foi um arquiteto brasileiro. ''
----
{{sem fontes}}
* "Admiro os poetas. O que eles dizem com duas [[palavra]]s a gente tem que exprimir com milhares de [[tijolo]]s".
 
* "Admiro os poetas[[poeta]]s. O que eles dizem com duas [[palavra]]s a gente tem que exprimir com milhares de [[tijolo]]s".
* "Se me chamarem de idealista; concordo inteiramente. Sei que fiz uma [[poesia]] desse processo todo, fiz uma imensapoética. Que fiz, fiz dos primeiros aos últimos versos".
::- ''Vilanova Artigas citado em "Arquitetura no Rio Grande do Norte: uma introdução"‎ - Página 10, de Pedro de Lima - Publicado por Cooperativa Cultural Universitária, 2002 - 120 páginas''
 
* "Se me chamarem de [[idealista]]; concordo inteiramente. Sei que fiz uma [[poesia]] desse processo todo, fiz uma imensapoéticaimensa poética. Que fiz, fiz dos primeiros aos últimos versos".
::- ''Vilanova Artigas citado em "Arquitetura moderna brasileira: depoimento de uma geração‎" - Página 190, de Alberto Xavier, Abelardo de Souza - Publicado por Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura, 1987 - 389 páginas''
 
* "Se as formas são absurdas, é porque as premissas são irracionais"
::- '' Caminhos da arquitetura‎ - Página 35, de João Batista Vilanova Artigas, José Tavares Correia de Lira, Rosa Artigas - Publicado por Cosac Naify Edições, 2004, ISBN 8575033530, 9788575033531 - 234 páginas ''
 
[[Categoria:pessoas]]