Diferenças entre edições de "Eduardo Galeano"

17 bytes adicionados ,  16h46min de 9 de fevereiro de 2009
m
sem resumo de edição
(foto)
m
| Cor = #c0c0c0
}}
[[w:Eduardo Galeano|'''Eduardo''' Hughes '''Galeano''']] ''([[w:Montevideo|Montevideo]], [[3 de setembro]] de [[1940]] - ), é um escritor uruguaio.''
----
 
==Obras==
=== Dias e Noites de Amor e de Guerra ===
 
*"Vida cigana. As coisas me acompanham e vão embora. São minhas de noite, perco-as de dia. Não estou preso às coisas; elas não decidem nada".
 
*"A memória guardará o que valer a pena. A memória sabe de mim mais que eu; e ela não perde o que merece ser salvo".
 
* "Tenho saudades de um país que ainda não existe no mapa."
 
* "A realidade dá os cursos práticos, A TV se encarrega da teoria".
 
=== Nós dizemos Não ===
 
* "A história passada está de pernas para cima porque a realidade anda de cabeça para baixo. E não apenas no sul da América: também no Norte. Quem, nos Estados Unidos, não conhece [[Theodore Roosevelt]]? Este herói nacional predicou a [[guerra]], e a praticou contra os fracos: a guerra, proclamou Roosevelt, purifica a alma e melhora a raça. Portanto, recebeu o [[w:Nobel da Paz|Prêmio Nobel da Paz]]. Em compensação, quem conhece, nos Estados Unidos, Charles Drew? Não é que a história o tenha conhecido, simplesmente jamais o conheceu. No entanto, este cientista salvou muitas milhões de vidas humanas, desde que suas pesquisas tornaram possíveis a conservação a transfusão de plasma. Drew era diretor da [[w:Cruz Vermelha|Cruz Vermelha]] nos Estados Unidos. Em 1942, a Cruz Vermelha proibiu a transfusão de sangue de negros. Então Drew se demitiu. Drew era negro."
 
==Outras==
 
* "Temos guardado um silêncio bastante parecido com a estupidez..."
:- ''Frase inicial do discurso de abertura na conferência de intelectuais no [[w:Chile|Chile]] durante o governo de [[Allende]].
:- ''Fonte: "Veias Abertas da América Latina"''
:- ''Esta frase "Temos guardado um silêncio bastante parecido com a estupidez..." não é de Galeano. Está incluída na proclamação da Junta Tuitiva de los Derechos del Pueblo, de 1809. ''
 
==Atribuídas==
{{sem fontes}}
 
*"O corpo não é uma máquina como nos diz a [[ciência]]. Nem uma culpa como nos fez crer a religião. O corpo é uma festa."
* "A primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la."
 
==Obras==
=== Dias e Noites de Amor e de Guerra ===
 
*"Vida cigana. As coisas me acompanham e vão embora. São minhas de noite, perco-as de dia. Não estou preso às coisas; elas não decidem nada".
 
*"A memória guardará o que valer a pena. A memória sabe de mim mais que eu; e ela não perde o que merece ser salvo".
 
* "Tenho saudades de um país que ainda não existe no mapa."
 
* "A realidade dá os cursos práticos, A TV se encarrega da teoria".
 
=== Nós dizemos Não ===
 
* "A história passada está de pernas para cima porque a realidade anda de cabeça para baixo. E não apenas no sul da América: também no Norte. Quem, nos Estados Unidos, não conhece [[Theodore Roosevelt]]? Este herói nacional predicou a [[guerra]], e a praticou contra os fracos: a guerra, proclamou Roosevelt, purifica a alma e melhora a raça. Portanto, recebeu o [[w:Nobel da Paz|Prêmio Nobel da Paz]]. Em compensação, quem conhece, nos Estados Unidos, Charles Drew? Não é que a história o tenha conhecido, simplesmente jamais o conheceu. No entanto, este cientista salvou muitas milhões de vidas humanas, desde que suas pesquisas tornaram possíveis a conservação a transfusão de plasma. Drew era diretor da [[w:Cruz Vermelha|Cruz Vermelha]] nos Estados Unidos. Em 1942, a Cruz Vermelha proibiu a transfusão de sangue de negros. Então Drew se demitiu. Drew era negro."
 
==Outras==
 
* "Temos guardado um silêncio bastante parecido com a estupidez..."
:- ''Frase inicial do discurso de abertura na conferência de intelectuais no [[w:Chile|Chile]] durante o governo de [[Allende]].
:- ''Fonte: "Veias Abertas da América Latina"''
:- ''Esta frase "Temos guardado um silêncio bastante parecido com a estupidez..." não é de Galeano. Está incluída na proclamação da Junta Tuitiva de los Derechos del Pueblo, de 1809. ''
 
[[Categoria:Pessoas]]
[[Categoria:Escritores do Uruguai]]
[[Categoria:Uruguaios]]
 
[[de:Eduardo Galeano]]