Diferenças entre edições de "Eduardo Galeano"

657 bytes adicionados ,  04h41min de 9 de fevereiro de 2009
sem resumo de edição
m (clean up AWB)
 
*"A [[televisão]], essa última luz que te salva da solidão e da noite, é a realidade. Porque a vida é um espetáculo: para os que se comportem bem, o sistema promete uma boa poltrona".
*"A [[beleza]] é bela quando pode ser vendida. A justiça é justa quando pode ser comprada".
 
*"O [[poder]] encolhe os ombros: quando este planeta deixar de ser rentável: mudo-me para outro".
*"o que seria da realidade sem a publicidade que a mascara?".
*"Um [[menino]] de três anos, chamado luca, comentou um dia desses: 'o mundo não sabe onde está sua casa'. Ele estava olhando o mapa. Não estava olhando o noticiário".
*" O que são as pessoas de carne e osso? Para os mais notórios economistas, números. Para os mais poderosos banqueiros, devedores. Para os mais influentes tecnocratas, incômodos. E para os mais exitosos políticos, votos".
*"A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar".
 
Utilizador anónimo