Diferenças entre edições de "Marquês de Sade"

215 bytes adicionados ,  23h16min de 24 de janeiro de 2009
m
fonte
m (fonte)
 
* "É sem qualquer terror que eu vejo a desunião das moléculas da minha existência."
::- ''c'est sans aucune terreur que j'aperçois la désunion des molécules de mon existence.''
:- ''[[Marquês de Sade]] in: Oeuvres‎ - Página 148, de Sade - Publicado por Le Jeune parque, 1947 - 421 páginas''
 
* "As paixões humanas não passam dos meios que a natureza utiliza para atingir os seus fins."