Diferenças entre edições de "Émile Zola"

228 bytes adicionados ,  13h01min de 25 de novembro de 2008
m
fonte
m (fonte)
m (fonte)
----
 
* "Os governos[[governo]]s suspeitam da [[literatura]] porque é uma [[força]] que lhes escapa".{{carece de fontes}}
:- ''Les gouvernements suspectent la littérature parce qu’elle est une force qui leur échappe.''
::- ''"La république et la littérature" - Página 24; de Émile Zola - Publicado por G. Charpentier, 1879 - 40 páginas''
 
*"Uma [[obra]] de [[arte]] é um canto da criação visto através de um [[temperamento]]."
:- ''Une œuvre d'art est un coin de la création vu à travers un tempérament.''
::- ''"Mes haines" [O meu ódio] (1866), Émile Zola, ed. Charpentier, 1879, chap. Charpentier, 1879, chap. « MH Taine, artiste », p. "H. Taine, artiste", p. 229 ''
==Atribuídas==
{{sem fontes}}
 
* "Os governos suspeitam da literatura porque é uma força que lhes escapa".{{carece de fontes}}
 
*"Eu tinha então dois anos, e era ao mesmo tempo o mais gordo e maior gato em existência. Àquela idade eu tive de tudo que um animal é capaz de desejar. Como eu era afortunado! A providência tinha me colocado com sua tia! Aquela mulher de bem me adorou. Eu tive uma verdadeira cama, com almofadas de pena e coberturas triplas no fundo de uma guarda-roupa. Minha comida era igualmente excelente; nunca só pão, ou sopa, mas sempre carne, carne cuidadosamente escolhida. Bem, no meio de toda esta opulência, eu tive só um desejo, um sonho; eu queria deslizar para fora da janela e escapar pelos telhados. O excesso de carícias e a suavidade de minha cama me nauseou, e eu era tão somente gordura que me sentia repugnado de mim mesmo. Em resumo, eu ficava chateado o dia inteiro, por coisas que deveriam me fazer feliz".{{carece de fontes}}