Johnny Depp: diferenças entre revisões

1 596 bytes adicionados ,  15 de agosto de 2008
m
sem resumo de edição
mSem resumo de edição
== Carreira ==
*"Ser ator me pareceu uma boa maneira de ganhar dinheiro fácil. Não me importava sobre o que eram os filmes. Se vou receber, ok."
 
*Eu estava arruinado e Nic (Cage) perguntou-me se eu precisava de um emprego. Eu disse que sim e ele falou-me que eu deveria tentar atuar. (1988)
 
*Eu realmente nunca tive interesse nisso no ínicio. [[Nicolas Cage]] apresentou-me á sua agente. Ela enviou-me a um casting, e tive uma audição para o primeiro Nightmare on Elm Street. Eu fiquei com o papel. Fiquei estupefacto. Eles pagaram-me todo aquele dinheiro por semana. Foi sorte, um acidente. Eu fiz aquilo simplesmente para ter dinheiro pagar a renda. Eu estava literalmente acumulando dinheiro a partir de qualquer trabalho que aparecesse. Nic Cage disse-me: "Você deveria tentar ser um actor. Secalhar você até é um, e não sabe." Eu comecei atuando, e pensei, bem, isto é um caminho interessante; talvez eu deveria continuar percorrendo-o. Eu não sabia o que estava fazendo, então eu comecei lendo tudo sobre atuar - Stanislavsky, Uta Hagen, Michael Chekhov."
 
*"[[Tim Burton]] me salvou de ser um perdedor, um excluído, de ser só mais um dispensável pedaço de carne hollywoodiano."
:-''Que gosta de brincar de boneca com a filha Lily-Rose''
:-''Fonte: [http://www.veja.com.br Revista VEJA], Edição 1965 . 19 de julho de 2006
 
*Ter uma família me deu tudo. Um razão para viver. Uma razão para não ser um estúpido silencioso. Uma razão para aprender, razão para respirar, uma razão para cuidar. Deu-me tudo. (2003)
 
*"Mais que tudo, eu gosto de estar com a minha família. Eu sou totalmente caseiro, só saio com meus filhos."
 
*Quando eu tenho os meus filhos e a minha mulher comigo, eu estou bem. (2003)
 
*"Eu amo a nossa casa no país (França). Posso andar pela aldeia vizinha e tomar um café e ninguém noticiar isso. Eu sou apenas mais um pai comum. O tempo que eu passei em França com Vanessa tem solidificado a minha convicção de que eu posso manter uma grande distância de Hollywood e ainda manter-me no jogo. Agindo é a minha vida, mas eu não quero viver isso. Viver em França é a primeira vez que posso dizer honestamente que me sinto em casa."
 
*Estar com a Vanessa e ter filhos fez com que as coisas ficassem mais fáceis e claras para mim. Não há mais nada escuro no meu mundo. Eu vejo o nosso filho ou filha brincando á volta da casa ou aprendendo novas coisas e eu pergunto a mim mesmo se haverá alguma coisa mais bonita que essa. (2004)
 
*"Toda a gente tem uma certa dose de vaidade. Precisamos disso nem que seja para lavar os dentes e sair de casa de manhã. Mas como actores temos de nos desembaraçar disso e dizer: "Seja o que for." Sempre fiz o meu melhor para evitar tornar-me um produto de Hollywood. Não procurei estrelato ou adulação. Durante muito tempo tinha muito êxito em ser um fracasso, mas as pessoas ainda me contratavam. A minha família é o meu santuário. Vivo para eles agora. Encontrei uma razão para existir. Não há nada como isso. Se fosse preciso, ficaria sem nada do que tenho para conservar a minha família. Sinto que estou totalmente onde quero estar. 99,9 por cento disso é devido ao facto de ter sido abençoado com a minha mulher e os meus filhos. Eles deram-me vida e são o melhor presente do mundo. Por isso sinto-me muito realizado." - em resposta, ao ser perguntado se era uma pessoa vaidosa
 
*"Há quatro perguntas de valor na vida ... O que é sagrado? De que é feito o espírito? O que é importante na vida, e por que vale a pena morrer? A resposta para cada uma é o mesmo. Apenas amor."
 
*"Eu tenho sempre gostado de toda a gente. (ri-se) Mas nem toda a gente gosta de mim."
 
*"Eu tento ficar em um estado constante de confusão de expressão partindo da minha face."
3

edições