Johnny Depp: diferenças entre revisões

16 bytes removidos ,  9 de julho de 2008
m
sem resumo de edição
mSem resumo de edição
mSem resumo de edição
 
*“Eu sou tímido, paranóico, qualquer coisa do tipo. Eu odeio fama. Eu tenho feito tudo o que eu posso para evitá-la.”
 
*"Ser ator me pareceu uma boa maneira de ganhar dinheiro fácil. Não me importava sobre o que eram os filmes. Se vou receber., ok."
 
*"Tim Burton me salvou de ser um perdedor, um excluído, de ser só mais um dispensável pedaço de carne hollywoodiano."
 
*"Há quatro perguntas de valor na vida ... O que é sagrado? De que é feito o espírito? O que é importante na vida, e por que vale a pena morrer? A resposta para cada uma é o mesmo. Apenas amor."
 
*"Eu tento ficar em um estado constante de confusão de expressão partindo da minha faseface."
 
*"Eu penso que todo o mundo está louco."
 
*"Há um passeio em mim que não me permite fazer certas coisas pelo caminho mais facil."
 
*"Para ser honesto com você, quando eu conheci [[Tim Burton]] foi em "Edward Scissorhands" e na ocasião eu estava fazendo uma série de televisão ("21 "Rua de Salto) e me tinham convencido há pouco que ele nunca iria ver-me no papel. Embora eu soubesse que eu conhecia aquele sujeito. Eu conhecia a pessoa que era Eduardo Mãos-de-Tesoura. Eu sabia as suas emoções, eu as conhecia tão bem. Eu tinha lido o manuscrito e obviamente o meu pensamento era muito, muito especial e bonito e engraçado e eu pensava que não havia outra maneira de ele me ver o interpretando, e eu apenas pensava que isto era embaraçoso e estava muito desconfortável."
 
*"Eu não me importo se tirarem (paparazzi) uma foto minha. Eu não me importo se eles tirarem uma fotografia da Vanessa, somos adultos. Mas quando começam a tirar fotografias dos meus filhos e a colocá-los em suas revistas, eu não posso apoiar. Apenas certifique-se de que você está realmente muito longe, porque se eu conseguir colocar as minhas mãos em vocês, a coisa vai ficar feia." (em um dos seus sonfrontos com os papparazzis)
 
*"Ser ator me pareceu uma boa maneira de ganhar dinheiro fácil. Não me importava sobre o que eram os filmes. Se vou receber. ok."
 
*"Brincar de Barbie é uma ótima atividade para fazer com as crianças. Eu adoro."
 
*"Meu corpo é meu diário e minhas tatuagens são minha história."
 
*"Eu tento ficar em um estado constante de confusão de expressão partindo da minha fase."
 
*"Eu penso que todo o mundo está louco."
 
*"A beleza, a poesia do medo nos olhos deles. Eu não me importei em ir encarcerar para, o quê, cinco, seis horas? Valia absolutamente isto."
 
*"Eu não finjo ser o capitão estranho. Eu apenas faço o que faço."
 
*"Há um passeio em mim que não me permite fazer certas coisas pelo caminho mais facil."
 
*"Minha mãe e meu pai não eram pessoas particularmente musicais. Mas eu tinha um tio que era pastor e tocava bluegrass no violão. Então, a cerimônia de domingo era algo assim: “Aleluia, irmãos e irmãs”, para logo em seguida ele começar a dedilhar [a canção religiosa] “Stepping on the Clouds”. Foi aí que eu peguei o vírus: vendo meu tio tocar com seu grupinho de gospel, bem na minha frente." - Johnny Depp, em entrevista, ao ser perguntado se a sua familia era musical
:- Sobre The Viper Room
 
*"Quer dizer, o que era suposto eu dizer? Ele falou comigo. Lembro-me que uma vez, este professor humilhou-me tão fortemente na frente de toda a classe. Ele não tinha nenhum tempo para mim, então, e agora, de repente, ele quer o meu autógrafo? Todos eles achavam que eu não valia a pena, não era importante."
:-Johnny Depp, falando do fato de um professor ter-lhe pedido um autografo
 
18

edições