Diferenças entre edições de "Hamlet"

551 bytes removidos ,  19h04min de 24 de junho de 2008
m
sem resumo de edição
m
'''[[w:Hamlet|Hamlet]]''', ''a tragédia da dúvida, do desespero do solitário príncipe, da violência do mundo, é a peça de [[Shakespeare]] mais representada e estudada até hoje.''
----
*"Porque o Todo-Poderoso fixou suas leis contra o suicídio" Cena II, Ato I (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"...Fragilidade, teu nome é mulher..." Cena II, Ato I (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Antes mesmo que o sal da suas lágrimas hipócritas abandonasse o fluxo de seus olhos inflamados... Casada estás!" Cena II, Ato I (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Os manjares preparados para a refeição fúnebre foram servidos frios nas mesas do casamento." Cena II, Ato I (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Suspeito de alguma traição" Cena II, Ato I (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"A natureza, ao fazer-nos crescer, não só nos favorece em forças e tamanho, mas, à medida que o tempo vai passando, dilata com ele o espaço interno da inteligência e da alma." Cena III, Ato I (Laertes) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Tem cuidado em não entrar em uma briga, mas uma vez nela, faze tudo para que teu adversário sinta temor" Cena III, Ato I (Polônio) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"...porque a roupa revela o homem...." Cena III, Ato I (Polônio) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Não peças nem dês emprestado a ninguém, pois emprestar faz perder ao mesmo tempo o dinheiro e o amigo e, pedir emprestado, embota o fio da economia." Cena III, Ato I (Polônio) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Não tomes, minha filha, como fogo essas labaredas que fornecem mais luz do que calor e que se extinguem completamente no momento em que mais prometem. Cena III, Ato I (Polônio) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Mas, de qualquer modo que realizares tua vingança, não contamines teu espírito, nem deixes que tua alma trame qualquer dano contra tua mãe. Cena V, Ato I (Espectro) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"...não possuo arte para esconder os meus gemido; mas que te amo, que eu te adoro, não tenhas dúvidas. Adeus!" Cena II, Ato II (Polônio - Cintando carta de Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Teu, para sempre, encantadora dama, enquanto a máquina deste corpo me pertencer." Cena II, Ato II (Polônio - Cintando carta de Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Nada em si é bom ou mau; tudo depende daquilo que pensamos." Cena II, Ato II (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"O próprio sonho não passa de uma sobra." Cena II, Ato II (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"...porque para um nobre coração os mais ricos presentes tornam-se pobres, quando aquele que oferece o presente já não mais demonstra afeto" Cena I, Ato III (Ofélia) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Porque o poder da beleza transformará a honestidade em alcoviteira, muito antes que a força da honestidade transforme a beleza à sua imagem. Cena I, Ato III (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Amei-te, um dia" Cena I, Ato III (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Sou muito orgulhoso, vingativo, ambicioso, com mais pecados na cabeça do que pensamentos para concebê-los, imaginação para dar-lhes forma ou tempo para executá-los." Cena I, Ato III (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Mesmo que fores tão casta quanto o gelo, e tão pura quanto a neve, não escaparás da calúnia". Cena I, Ato III (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"...pois bem sabeis, que na mulher o medo e o carinho seguem emparelhados: ou são ambos nulos, ou ambos extremados." Cena II, Ato III (Rei - Autor da peça de Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Aquilo que prometemos no calor da paixão, acalmada a paixão, é por nós abandonado." Cena II, Ato III (Rei - Autor da peça de Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Que eu seja cruel, mas nunca desnaturado. Meu único punhal será minha palavra. Cena II, Ato III (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Colocai-a na terra e que de sua bela e imaculada carne brotem perfumadas violetas!" Cena I, Ato V (Laertes) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Com estas flores pensava, doce donzela , adornar teu leito nupcial e não espalhá-las sobre tua sepultura." Cena I, Ato V (Rainha) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"O resto é Silêncio" Cena II, Ato V (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"Com estas flores pensava, doce donzela , adornar teu leito nupcial e não espalhá-las sobre tua sepultura." Cena I, Ato V (Rainha) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"O resto é Silêncio" Cena II, Ato V (Hamlet) ᶠᵃᶻᵎᶯᵸᵒ
 
*"A todos, teu ouvido; a voz, a poucos; ouve opiniões, mas forma juízo próprio." Cena III, Ato I