Diferenças entre edições de "Olavo de Carvalho"

2 103 bytes adicionados ,  14h36min de 4 de junho de 2008
sem resumo de edição
 
* "Olavo foi alçado ao patamar de “líder iluminado” por seus seguidores, e isso o cegou. Sua vaidade é tanta que perdeu o costume de ser criticado por pessoas que concordam com muitas de suas idéias. E quando é alvo de um “fogo amigo”, que não é proferido por comunistas, fica perdido, desnorteado, partindo para o ataque pessoal. [...] Creio que a vaidade de Olavo é ainda maior que seu fanatismo religioso. :- ''[[Rodrigo Constantino]], jornalista e economista, ''A vaidade de Olavo'', 08/02/2007.
 
* "O senhor Carvalho, que se intitula filósofo, vale lembrar, foi desqualificado academicamente pelos professores de filosofia da USP (notoriamente de esquerda), em função de sua inconsistência de argumentos no debate filosófico naquela universidade. Chateado, ele decidiu ir à forra e utilizou este fracasso para reconstruir junto a um setor empresarial paulista a figura do intelectual pró-capitalista perseguido pelos comunistas. Na realidade, desde o governo Collor ele tenta se tornar o teórico da nova extrema direita brasileira. É um direito que lhe assiste, desde que não agisse de forma irresponsável, caluniando e difamando". :- ''[[Mário Augusto Jakobskind]], jornalista, ''Olavo de Carvalho n banco dos réus'', 28/10/2005.
 
* "O homem não é coerente sequer na ofensa. Abro mão do direito adquirido de responder da mesma forma. O leitor não merece isso. Melhor reconhecer logo a superioridade de Olavo de Carvalho na área dos ataques pessoais. Nisso ele é imbatível. Quem duvidar que digite no Google as palavras-chaves: " Olavo de Carvalho, criatura vermicular, anal" ". :- ''[[José Colucci Jr.]], jornalista e engenheiro, ''O fantasma de Darwin (2)'', 05/10/2004.
 
* "Devemos passar por cima das grosserias de Olavo de Carvalho e, cuidando para que elas não nos sujem a sola dos sapatos, levar a discussão para o terreno onde as suas deficiências são patentes: o das idéias". :- ''[[José Colucci Jr.]], jornalista e engenheiro, ''O fantasma de Darwin (2)'', 05/10/2004.
 
* "Quando apanhado em erro, finge que não é com ele e muda de assunto. Imagino que suas grosserias agradem alguns, mas rudeza é o truque que o fraco usa para imitar os fortes". :- ''[[José Colucci Jr.]], jornalista e engenheiro, ''O fantasma de Darwin (2)'', 05/10/2004.
 
* "Devemos passar por cima das grosserias de Olavo de Carvalho e, cuidando para que elas não nos sujem a sola dos sapatos, levar a discussão para o terreno onde as suas deficiências são patentes: o das idéias". :- ''[[José Colucci Jr.]], jornalista e engenheiro, ''O fantasma de Darwin (2)'', 05/10/2004.
 
 
 
Utilizador anónimo