Diferenças entre edições de "Carl Gustav Jung"

780 bytes adicionados ,  01h36min de 19 de abril de 2008
sem resumo de edição
m (clean up AWB)
----
 
* "Toda forma de [[vício]] é ruim, não importa que seja [[droga]], álcool ou [[idealismo]]."
 
* "Aquilo que na [[vida]] tem sentido, mesmo sendo qualquer coisa de mínimo, prima sobre algo de grande, porém isento de sentido."
 
* "Sou eu próprio uma questão colocada ao [[mundo]] e devo fornecer minha resposta; caso contrário, estarei reduzido à resposta que o mundo me der."
 
* "Só aquilo que somos realmente tem o poder de curar-nos."
 
* "Onde reina o amor, não há vontade de poder, e onde domina o poder, falta o amor. Um é a sombra do outro."
 
* "Ao que nos compete discernir, o único propósito da existência humana é jogar um pouco de luz nas trevas do mero ser."
 
* "Persona é a máscara usada pelo indivíduo em resposta às convenções e tradições sociais... (Carl Gustav Jung)"
 
* "''A psicologia do indivíduo corresponde à psicologia das nações''. As nações fazem exatamente o que cada um faz individualmente; e ''do modo como o indivíduo age a nação também agirá''. Somente com a transformação da atitude do indivíduo é que começara a transformar-se a psicologia da nação. Até hoje, os grandes problemas da humanidade nunca foram ''resolvidos'' por decretos coletivos, mas ''somente pela renovação da atitude do indivíduo''."
**''Psicologia do Inconsciente'', prefácio à primeira edição.
 
* "O indivíduo não realiza o sentido da sua vida se não conseguir colocar o seu "Eu" a serviço de uma ordem espiritual e sobre-humana."
 
* "A alma primitiva do homem confina com a vida da alma animal, da mesma forma que as grutas dos tempos primitivos foram freqüentemente habitadas por animais antes que os homens se apoderassem delas."
 
* "No fundo, não descobrimos no doente mental nada de novo ou desconhecido: encontramos nele as bases de nossa própria natureza."
 
* "A alma é muito mais complexa e inacessível do que o corpo. Poder-se-ia dizer que é essa metade do mundo não existente senão na medida em que dela se toma consciência. Assim, pois, a alma não é só um problema pessoal, mas um problema do mundo inteiro, e é a esse mundo inteiro que a psiquiatria deve se referir."
 
* "O psicoterapeuta não deve contentar-se em compreender o doente; é importante que ele também se compreenda a si mesmo."
 
[[Categoria:pessoas]]
1 493

edições