Diferenças entre edições de "William Somerset Maugham"

3 bytes removidos ,  21h39min de 17 de fevereiro de 2008
Poucas vezes ele descreveu um relacionamento amoroso de modo tão idílico e apaixonante como o fez ao narrar o romance entre "Vermelho" e Sally. A narrativa embala o leitor no sonho de ser possível viver o Paraíso neste mundo. Mas logo adiante o desperta, pois Maugham faz questão de não o deixar esquecer (nessa e em outras de suas obras) aquilo que os amantes preferem ignorar: que o amor morre, seja por descuido, por maltrato, por alguma fatalidade, ou pela inexorável e corrosiva ação do tempo.
Ler Maugham pode ser um um prazer (e o é, para muitos), mas é preciso renunciar a qualquer ilusão de eternidade.
 
==Frases==
Utilizador anónimo