Diferenças entre edições de "Afonso Henriques de Lima Barreto"

231 bytes adicionados ,  07h31min de 31 de dezembro de 2007
sem resumo de edição
{{Autor
| Nome =
| Foto =
| Wikisource =
| Wikipedia = Afonso Henriques de Lima Barreto
| Wikicommons =
| Gutenberg =
| Cervantes =
| DominioPu =
| DomiPubli =
| EbooksG =
| Cor = #c0c0c0
}}
 
[[w:Afonso Henriques de Lima Barreto|'''Afonso Henriques de Lima Barreto''']], ''conhecido como '''Lima Barreto''', (Rio de Janeiro, RJ, 1881 - Rio de Janeiro, RJ, 1922), jornalista , [[escrita|escritor]] [[brasil]]eiro'' e militante, foi também autor de manifestos e escritos engajados.
----
===O Cemitério dos Vivos===
 
[[Editora Brasiliense]], prefácio de [[Eugênio Gomes]], São Paulo, 1956.
 
* "E chegada no mundo-escrevia em 1948- a hora de reformarmos a sociedade, a humanidade, não politicamente, que nada adianta;mas socialmente, que é tudo", (página 48).
:- ''página 48"
 
 
 
* " Poderia alongar-me mais na descrição dos doentes que me cercam. Mas a [[loucura]] tem tantos pontos de contacto de um individuo para outro, que seria arriscar tornar-me fastidioso se quizesse descrever muitos doentes ", (página 63).
 
 
*"Não amei nunca, nem mesmo minha mulher que é morta e pela qual não tenho amor, mas remorso de não tê-la compreendido, mais devido à oclusão muda do meu orgulho intelectual; e tê-la-a amado certamente, se tão estúpido sentimento não tivesse feito passar por mim a única alma e pessoa que me podiam inspirar tão grave pensamento", (página 68).
 
====Outras citações====
* "O Brasil não tem [[povo]], tem [[público]]."
 
 
 
{{wikipédia}}
 
[[Categoria:Pessoas]]