Diferenças entre edições de "Stendhal"

2 112 bytes adicionados ,  01h28min de 9 de dezembro de 2007
sem resumo de edição
 
*"Todas as religiões baseiam-se no medo de muitos e na esperteza de poucos."
 
 
 
== '''[[w:O Vermelho e O Negro|O Vermelho e O Negro]]'''==
 
 
 
*"Mas as verdadeiras paixões são egoístas."
:- ''Narrador, no capítulo XXI''
 
*"J-J. Rosseau ... não passa, para mim, de um tolo, quando se põe a julgar a alta sociedade; ele não a compreendia, e nisso tinha uma alma de lacaio ''parvenu''. ... Enquanto prega a república e a destruição das dignidades monárquicas, esse ''parvenu'' embriaga-se de felicidade se um duque muda a direção de seu passeio depois do jantar para acompanhar um de seus amigos."
:- ''Julien Sorel falando à Mathilde, no capítulo VIII da segunda parte''
 
*"Danton fez bem em roubar? ... Os revolucionários do Piemonte, da Espanha, deviam comprometer o povo com crimes? Dar a pessoas mesmo sem mérito todos os postos do Exército, todas as cruzes? As pessoas que tivessem essas cruzes não temeriam a volta do rei? Dever-se-ia saquear o tesouro de Turim? Numa palavra, senhorita, ... o homem que quiser expulsar da terra a ignorância e o crime deve passar como a tempestade e espalhar o mal ao acaso?"
:- ''Julien Sorel falando à Mathilde, no capítulo IX da segunda parte''
 
*"Não se conhecem as nascentes do Nilo ... não foi dado aos olhos do homem ver o rei dos rios em estado de simples córrego; assim também nenhum ser humano verá Julien fraco, e antes de tudo porque ele não o é. Mas eu tenho um coração fácil de comover; a mais simples palavra, se for dita com um acento verdadeira, pode enternecer minha voz e mesmo fazer correrem minhas lágrimas. Quantas vezes os corações áridos não me desprezaram por causa desse defeito! Acreditavam que eu pedia misericórdia: eis o que não se deve suportar."
:- ''Julien Sorel pensando consigo mesmo, no capítulo XLII da segunda parte''
 
*"E que me restará ... se me desprezar a mim mesmo? Fui ambicioso e não quero absolutamente censurar-me por isso; agi, então segundo as conveniências da época. Agora vivo o dia-a-dia. Mas à vista do mundo, eu me sentiria muito infeliz, se caísse em alguma covardia."
:- ''Julien Sorel falando ao seu confessor, no capítulo XLV da segunda parte''
 
 
{{wikipédia}}
Utilizador anónimo