Diferenças entre edições de "Bahá´u´lláh"

3 930 bytes adicionados ,  03h21min de 14 de abril de 2007
sem resumo de edição
 
* Sabe tu, em verdade - a alma depois da sua separação do corpo, continuará a progredir até que atinja a Presença de Deus, num estado e condição que nem a revolução dos tempos e séculos mudará, nem os acasos, e as vicissitudes deste mundo poderão alterar. Durará enquanto durar o Reino de Deus... O movimento de Minha Pena cessa ao tentar descrever dignamente a sublimidade e a glória de tão excelsa condição. <ref>Op. cit., p.65</ref>
 
=== Palavras Ocultas ===
*Ó FILHO DO ESPÍRITO!
Meu primeiro conselho é este: Possui um coração puro, bondoso e radiante, para que seja tua uma soberania antiga, imperecível e eterna.
 
*Ó FILHO DO ESPÍRITO!
A mais amada de todas as coisas, a Meu ver, é a Justiça; não te desvies dela, se é que Me desejas, nem a descures, para que Eu em ti possa confiar. Nela te apoiando, verás com teus próprios olhos e não com os alheios; saberás pela tua própria compreensão e não pela compreensão de teu semelhante. Pondera isto em teu coração: como te incumbe ser. Em verdade, a justiça é Minha dádiva a ti e o sinal de Minha misericórdia. Guarda-a, pois, ante os teus olhos.
 
*Ó FILHO DO HOMEM!
Velado em Meu Ser imemorial e na eternidade antiga de Minha Essência, conheci Meu amor por ti e assim te criei, gravando em ti Minha imagem e revelando-te Minha beleza.
 
*Ó FILHO DO HOMEM!
Amei tua criação, por isso te criei. Ama-Me, pois, para que Eu possa mencionar teu nome, e te inundar a alma com o espírito da vida.
 
*Ó FILHO DO SER!
Ama-Me, a fim de que Eu te possa amar. Se não Me amas, de modo algum pode o Meu amor te atingir. Sabe isto, ó servo!
 
*Ó FILHO DO SER!
Teu paraíso é o Meu amor; teu lar celestial, a reunião Comigo. Entra nele e não tardes. Isso é o que te foi destinado em Nosso Reino nas alturas e em Nosso excelso domínio.
 
*Ó FILHO DO HOMEM!
Se Me amas, não te prendas a ti mesmo; e se buscas Meu prazer, não consideres o teu próprio; para que tu morras em Mim e Eu possa viver eternamente em ti.
 
*Ó FILHO DO ESPÍRITO!
Eu te criei rico; porque te empobreces? Nobre te fiz; com o que te rebaixas? Da essência da sabedoria, Eu te concedi a existência; por que buscas iluminação de outro, senão de Mim? Da argila do amor, te moldei; como é que te ocupas com outro? Volta teu olhos a ti mesmo, a fim de que, dentro de ti, Me possas encontrar, forte, poderoso, O que subsiste por Si Próprio.
 
*Ó FILHO DO HOMEM!
Tu és Meu domínio, e Meu domínio não perece; por que temes perecer? És Minha luz, e Minha luz jamais se extinguirá; por que receias extinção? És Minha glória, e Minha glória não se esvaece; és Minha vestimenta, e Minha vestimenta jamais se desgastará. Permanece firme, pois, em teu amor por Mim, a fim de que Me possas encontrar no reino de glória.
 
*Ó FILHO DA PALAVRA!
Volve tua face à Minha e renuncia a tudo salvo a Mim, pois Minha soberania perdura e Meu domínio não perece. Se buscares outro que não seja Eu, ainda que procures eternamente no universo, tua busca será em vão.
 
*Ó FILHO DO ESPÍRITO!
Nobre Eu te criei, mas tu te tens rebaixado. Eleva-te, pois, àquilo para que foste criado.
 
*Ó FILHO DO SER!
Como pudeste esquecer as tuas próprias faltas e ocupar-te com as alheias? Quem assim fizer, será por Mim abominado.
 
*Ó FILHO DO HOMEM!
Nem sequer sussurres os pecados alheios enquanto tu próprio fores pecador. Fosses tu transgredir este mandamento, maldito serias, e disso dou testemunho.
 
*Ó FILHO DO ESPÍRITO!
Sabe tu, em verdade: quem exorta os homens a serem justos mas comete, ele mesmo, iniqüidades, não pertence a Mim, ainda que seja chamado por Meu nome.
 
*Ó FILHO DO SER!
Não atribuas a nenhuma alma o que não desejarias que a ti fosse atribuído, nem digas o que não cumpres. É este Meu mandamento a ti; observa-o.
 
*Ó FILHO DO SER!
Examina-te a ti mesmo, cada dia, antes de seres instado a prestar contas, porque a morte, sem prenúncio, te haverá de sobrevir e serás chamado a responder por teus atos.
 
*Ó FILHO DO SUPREMO!
Fiz da morte a mensageira de teu júbilo. Por que lamentas? A luz, Eu a fiz derramar sobre ti o seu esplendor. Por que te ocultas diante deste esplendor?
 
*Ó FILHO DO ESPÍRITO!
Com as jubilosas novas de luz, Eu te saúdo: alegre-se! À corte da santidade, Eu te chamo; ali permanece, a fim de poderes viver em paz para todo o sempre.
 
==Notas==
<references/>