Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 00h57min de 13 de fevereiro de 2007
adição( citação, imagem); formatação
[[Imagem:2 Alte essen Suppe, 1821-23.jpg|thumb|"Velho e velha tomam sopa" de [[Francisco Goya]].]] A '''[[w:Velhice|velhice]]''' se refere ao estado ou condição de velho, a quem possui uma idade avançada, um ancião.
------
 
* ...A minha tiazinha falava muito na falta que lhe fazia esse ombro [[amizade|amigo]], apoio e diversão, envelheceu procurando um. Não achou nem o ombro nem as partes, o que a fez chorar sentidamente na hora da morte, Mas o que você quer, queridinha?! a gente perguntava. Está com alguma dor? Não, não era dor. Quer um [[Igreja|padre]]? Não, não queria mais nenhum padre, chega de padre. Antes do último sopro, apertou desesperadamente a primeira mão ao alcance: “É que estou morrendo e não me diverti nada!””'"
:Autor:- ''[[Lygia Fagundes Telles]]''.
 
* "Ninguém é tão velho que não espere que depois de um dia não venha outro".
:- ''[[Sêneca]]''.
 
* "Não acho maravilhoso envelhecer. A gente envelhece na marra, porque não há mesmo outro jeito, já fui a tantas estações de águas, já bebi de tantas fontes – onde a Fonte da Juventude, onde?"
*"A velhice é um estado de repouso e de liberdade no que respeita aos sentidos. Quando a violência das paixões se relaxa e o seu ardor arrefece, ficamos libertos de uma multidão de furiosos tiranos".
:- ''[[Lygia Fagundes Telles]]''.
:Autor: [[Platão]]
 
* "Não digas nada, meu amigo! Sinto-me [[felicidade|felicíssimo]] por lhe ter escapado, como quem escapa a um amo delirante e selvagem".
*"Ninguém é tão velho que não espere que depois de um dia não venha outro".
:- ''[[Sófocles]] apud [[Platão]], A República, p. 13. Editora Martin Claret 2006''. ISBN 85-7232-398-8
:Autor: [[Sêneca]]
:- ''Como lhe pergutassem como passava em questões de amor, Sófocles já idoso teria dado essa resposta''.
 
* "O verdadeiro [[mal]] da velhice não é o enfraquecimento do corpo, é a indiferença da [[alma]]".
*“Não acho maravilhoso envelhecer. A gente envelhece na marra, porque não há mesmo outro jeito, já fui a tantas estações de águas, já bebi de tantas fontes – onde a Fonte da Juventude, onde?”
:- ''[[André Maurois]]''.
:Autor: [[Lygia Fagundes Telles]]
 
*"A velhice é um estado de repouso e de liberdade no que respeita aos sentidos. Quando a violência das paixões se relaxa e o seu ardor arrefece, ficamos libertos de uma multidão de furiosos tiranos".
Fonte: "A República"
:Autor: [[Platão]]
* "A velhice é um naufrágio".
*"O verdadeiro mal da velhice não é o enfraquecimento do corpo, é a indiferença da alma".
:Autor:- ''[[AndréCharles Mauroisde Gaulle]]''.
* "A velhice não se me afigura, de modo algum, (...) o melancólico vestíbulo da [[morte]], mas antes como as verdadeiras férias grandes, depois do esgotamento dos sentidos, do coração e do espírito que foi a vida".
*"A velhice é um naufrágio
:- ''[[Marcel Jouhandeau]]''.
:Autor: [[Charles de Gaulle]]
* "A velhice é o pior dos males, pois ela priva o homem de todos os [[prazer]]es deixando-lhe o apetite".
*"A velhice não se me afigura, de modo algum, (...) o melancólico vestíbulo da morte, mas antes como as verdadeiras férias grandes, depois do esgotamento dos sentidos, do coração e do espírito que foi a vida".
:- ''[[Giacomo Leopardi]]''.
:Autor: [[Marcel Jouhandeau]]
* "Mas a bela [[juventude]] é como um sonho frágil, / que dura pouco: sobre a cabeça do homem / logo pende a funesta, a horrível velhice, / que o torna, ao mesmo tempo, disforme e desprezado, / envolve os olhos e a alma, destrói-os e ofusca-os".
*"A velhice é o pior dos males, pois ela priva o homem de todos os prazeres deixando-lhe o apetite
:- ''[[Mimnermo]], Fragmentos''.
:Autor: [[Giacomo Leopardi]]
*"Mas a bela juventude é como um sonho frágil, / que dura pouco: sobre a cabeça do homem / logo pende a funesta, a horrível velhice, / que o torna, ao mesmo tempo, disforme e desprezado, / envolve os olhos e a alma, destrói-os e ofusca-os".
:Fonte: "Fragmentos"
:Autor: [[Mimnermo]]
*"Se a juventude soubesse, se a velhice pudesse".
:Fonte: "Les Prémices"
:Autor: [[Henri Estienne]]
 
* "Se a juventude soubesse, se a velhice pudesse".
*"No ano de meus noventa anos quis me dar de presente uma noite de amor louco com uma adolescente virgem."
:- ''[[Henri Estienne]]. "Les Prémices"''.
:Fonte [[Memória de Minhas Putas Tristes]]
 
:Autor: [[Gabriel García Márquez]]
* "No ano de meus noventa anos quis me dar de presente uma noite de [[amor]] louco com uma adolescente virgem."
:- ''[[Gabriel García Márquez]], [[Memória de Minhas Putas Tristes]]''.
 
{{wikipédia}}
 
{{vida}}
 
350

edições