Diferenças entre edições de "Aristóteles"

1 byte removido ,  21h01min de 10 de janeiro de 2007
sem resumo de edição
 
*"O egoísmo não é amor por nós próprios, mas uma desvairada paixão por nós próprios."
 
*"O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra."
 
*"O que você tem a capacidade de fazer, também tem a capacidade de não fazer."
 
*"Mais se estima o que com mais trabalho se ganha."
 
*"A natureza tem horror ao vácuo."
 
*"O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição."
 
*"O sábio procura a ausência de dor, e não o prazer."
*"Fica evidente, portanto, que a cidade participa das coisas da natureza, que o homem é um animal político, por natureza, que deve viver em sociedade, e que aquele que, por instinto e não por inibição de qualquer circunstância, deixa de participar de uma cidade, é um ser vil ou superior ao homem. Esse indivíduo é merecedor, segundo Homero, da cruel censura de um sem-família, sem leis, sem lar. Pois ele tem sede de combates e, como as aves rapinantes, não é capaz de se submeter a nenhuma obediência".
:- ''Fonte: "Política"''
 
*"O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra."
 
*"O que você tem a capacidade de fazer, também tem a capacidade de não fazer."
 
*"Mais se estima o que com mais trabalho se ganha."
 
*"A natureza tem horror ao vácuo."
 
*"O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função
do amor é levar o ser humano à perfeição."
 
*"O homem nada pode aprender senão em virtude do que já sabe."
Utilizador anónimo