Francis Bacon: diferenças entre revisões

508 bytes adicionados ,  21 de novembro de 2006
sem resumo de edição
Sem resumo de edição
----
 
 
*"O homem, ministro e intérprete da natureza, faz e entende tanto quanto constata, pela observação dos fatos ou pelo trabalho da mente, sobre a ordem da natureza; não sabe nem pode mais."
 
*"O intelecto, deixado a si mesmo, na mente sóbria, paciente e grave, sobretudo se não está impedida pelas doutrinas recebidas, tenta algo na outra via, na verdadeira, mas com escasso proveito. Porque o intelecto não regulado e sem apoio é irregular e de todo inábil para superar a obscuridade das coisas."
 
*"Existe uma certa superstição em evitar a superstição."
Utilizador anónimo