Diferenças entre edições de "Fernando Pessoa"

832 bytes adicionados ,  07h24min de 18 de novembro de 2006
(wf)
* "Nada em sua vida é surpreendente... nada, excepto seus poemas."
:- ''[[Octavio Paz]], poeta mexicano.''
 
* "Era um homem que sabia idiomas e fazia versos. Ganhou o pão e o vinho pondo palavras no lugar de palavras, fez versos como os versos se fazem, isto é, arrumando palavras de uma certa maneira. Começou por se chamar Fernando, pessoa como toda a gente. Um dia lembrou-se de anunciar o aparecimento iminente de um super-Camões, um Camões muito maior do que o antigo, mas, sendo uma criatura conhecidamente discreta, que soia andar pelos Douradores de gabardina clara, gravata de lacinho e chapéu sem plumas, não disse que o super-Camões era ele próprio. Ainda bem. Afinal, um super-Camões não vai além de ser um Camões maior, e ele estava de reserva para ser Fernando Pessoa, fenômeno nunca antes visto em Portugal."
:-''[[José Saramago]]. Cadernos de Lanzarote. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. pp. 642-644''
 
==Veja também==
125

edições