Diferenças entre edições de "Justiça"

1 byte removido ,  06h00min de 29 de junho de 2006
sem resumo de edição
-----
 
*"Todas as más obras humanas pelo sangue do Cordeiro Jesus Cristo não apagadas... serão no Juízo Final reveladas publicamente, perante o grandíssimo público cósmico composto por todas as gerações do planeta Terra, por anjos e pelo Juiz Jesus Cristo assentado no Grande Trono Branco. E, assim, as humanas obras más serão condenadas, juntamente com todas as obras más de Satanás e de seus anjos demoníacos. A existência eterna dos santos (os salvos) conquistada pelo sangue do Cordeiro Jesus Cristo será a vida eterna. A existência eterna dos que rejeitaram a salvação gratuita oferecida pelo Cordeiro será a 'segunda morte' (não mais a morte física; e, sim, a morte espiritual plena: o castigo eterno, o tormento eterno, o fogo que não se apaga e o afastamento eterno de Deus e da Vida, que é Cristo Jesus - O Salvador da humanidade e Restaurador de todas as coisas e Aquele que há de julgar os vivos e os mortos.). Existência não significa exatamente VIDA. Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (Bíblia – João 14:6). A vida é a existência eterna e boa em amizade com Deus. O divino Salvador Jesus Cristo nazareno é O Caminho, A Verdade e A Vida. Receba de Deus-Criador o presente da Vida: PelO Caminho, Siga A Verdade e chegue nA Vida (A Vida Eterna). JESUS CRISTO é AMOR e JUSTIÇA.".
:Autor: [[escritor Eliel Simão]]