Diferenças entre edições de "Salman Rushdie"

933 bytes adicionados ,  01h52min de 11 de março de 2006
 
*“até mesmo as lagartixas nas paredes foram capturadas e redistribuídas irmãmente dos dois lados da divisão central.”
 
*“Em primeiro lugar: numa religião, tem mil e um deuses, eles de repente cismam que o bambambã é um só. E em Calcutá, por exemplo, onde Rama faz sucesso, como é que fica a coisa? E os templos de Siva, já não sai mais templos legítimos? É muita estupidez. Em segundo lugar: o hinduísmo é cheio de livros sagrados, não é um só; mas de repente só existe o Ramaiana. E o Gita? E os Puranas? Como é que eles têm a cara-de-pau de distorcer as coisas desse jeito? Só rindo! E em terceiro lugar: o hinduísmo não exige atos religiosos coletivos, mas sem isso como é que esses caras vão conseguir reunir multidões que eles adoram? Aí sem nem mais nem menos eles inventam essa tal de puja coletiva, que seria a única maneira correta de demonstrar devoção. Uma única divindade marcial, um único livro e a turba no poder: é nisso que eles transformaram a cultura hindu; com sua beleza multifacetada, sua paz.”
 
=== Haroun ===
822

edições