Diferenças entre edições de "Zeev Sternhell"

sem resumo de edição
 
<small> Princeton, New Jersey, Princeton University Press, (1994). ISBN 0691044864, ISBN 978-0691044866.</small>
 
* Os marxistas podiam se converter ao nacional-socialismo, como de fato um bom número deles fizeram, e, semelhantemente, os nacionais-socialistas podiam assinar tratados com comunistas, trocar com eles embaixadores, e mesmo coexistirem com eles, ainda que temporariamente. Nada disso, contudo, aplicava-se aos judeus.
:* ''Marxists could be converted to national socialism, as indeed quite a number of them were, similarly, national socialism could sign treaties with Communist, exchange ambassadors, and coexist with the, if only temporarily. Nothing like this, however, applied to the Jews''. &mdash; p. 5
 
* [[w:Georges_Sorel|Sorel]] declarou que a teoria de Marx era `a maior inovação na filosofia em séculos; era o ponto de partida de uma transformação frutífera na nossa forma de especulação. Todas as nossas ideias deveriam se concentrar em torno dos novos princípios do socialismo científico`.
:* ''Sorel declared that Marx’s theory was ‘the greatest innovation in philosophy for centuries; it was the starting point of a fruitful transformation in our form of speculation. All our ideas must concentrate round the new principles of scientific socialism''.’ &mdash; p. 39
 
* Sorel (...) se lançou em uma longa e violenta campanha antissemita. Assinou um longo artigo louvando Urbain Gohier, o mais festejado dos antissemitas vivos, a quem encorajava a continuar `sustentando que a França deve defender o seu estado, os seus costumes, e as suas ideias contra os invasores judeus que querem dominar tudo`.
:* ''Sorel (...) threw himself into a long and violent anti-Semitic campaign. He signed a long article in praise of [[w:en:Urbain_Gohier|Urbain Gohier]], the most celebrated living anti-Semite, whom he encouraged to continue ‘maintaining that the French must defend their state, their customs, and their ideas against the Jewish invaders who want to dominate everything.’'' &mdash; p. 85
 
* A nascente ideologia do Fascismo derivava o seu conteúdo básico inicial da síntese sindicalista-nacionalista. Essa síntese não seria possível sem a contribuição original de Sorel, que havia pregado o ódio à herança do século XVIII, por Voltaire e Rousseau, pela Revolução Francesa, pelo racionalismo e pelo otimismo, pela democracia liberal e pela sociedade burguesa.
:* ''The nascent Fascist ideology derived its initial basic content from the syndicalist-nationalist synthesis. This synthesis would not have been possible without the original contribution of [[Georges_Sorel|Sorel]], Sorel who had preached hatred for the heritage of the eighteenth century, for Voltaire and Rousseau, for the French Revolution, for rationalism and optimism, for liberal democracy and bourgeois society''. &mdash; p. 90
 
* Como todos os revolucionários que se respeitam, [[Mussolini]] se considerava um marxista. Ele considerava [[Marx]] como o "maior teórico do socialismo" e o marxismo como a "doutrina científica da revolução de classe".
718

edições