Diferenças entre edições de "Daisaku Ikeda"

sem resumo de edição
 
*“O conceito de ‘ações invisíveis’ (myo no shoran) salienta a rigorosidade da Lei de Causa e Efeito. Embora invisíveis para os outros, as nossas determinações e ações são ‘observadas’ pelos budas e divindades celestiais de todo o Universo. O Buda Nitiren Daishonin observa toda a nossa atuação. Esse é o significado de ‘ações invisíveis’. Conseqüentemente, a fé não é uma questão que diz respeito à forma como vocês aparentam aos outros, mas sim como vocês se comportam e o que realmente estão fazendo. A longo prazo, nossas determinações e ações invisíveis irão se manifestar definitivamente como resultados visíveis. Com o passar do tempo, a verdadeira natureza de uma pessoa irá se revelar naturalmente. Uma pessoa honesta sempre desfruta uma vitória suprema. As ondas invisíveis de rádio podem viajar longas distâncias pelo espaço, atingindo Marte e Vênus. Da mesma forma, a nossa determinação interior, ou itinen, que é invisível para os mortais comuns, ativa as forças no Universo — as divindades celestiais e os budas das dez direções — e aparecem como uma prova real concreta de acordo com o princípio dos Três Mil Mundos num Único Momento da Vida (itinen sanzen).<ref>Brasil Seikyo, Edição 1842, 06/05/2006, pág. A7 / Budismo na Vida Diária</ref>
 
*"Vença logo pela manhã! Um bom ritmo na vida diária é a força motriz para a vitória. Assinale a partida do dia com a recitação do Gongyo e do Daimoku tal como o enérgico cavalgar de um corcel branco!"<ref>Brasil Seikyo, Edição 2068, 22/01/2011, pág. A2 / Frase da Semana</ref>
 
*"A veracidade do Budismo Nichiren está de acordo com as “três provas”: documental, teórica e real. Entretanto, as pessoas tendem a criar dúvidas no coração quando enfrentam dificuldades no trabalho e logo pensam que o Gohonzon não tem força. Ou quando o filho se machuca, pensam que o Gohonzon deveria protegê-lo. Por outro lado, quando a Gakkai é criticada pela imprensa, passam a desconfiar das orientações que são dadas, perdem a convicção no Gohonzon e deixam de fazer o gongyo e o daimoku. Essas pes­soas geralmente culpam o Gohonzon, estão sempre com dúvidas em relação à prática e à organização e, por isso, acabam apagando a boa sorte e deixam de produzir benefícios. Um bebê cresce porque toma o leite materno sem o mínimo de dúvida. Se deixar de beber por duvidar do leite, deixará de crescer e adoecerá. Da mesma forma, as pessoas que acreditam no Gohonzon e recitam daimoku com toda a sinceridade podem evidenciar o potencial de buda e comprovar a felicidade absoluta em sua vida. Portanto, espero que os senhores mantenham a fé no Gohonzon sem jamais duvidar. Diante da mais dura realidade da vida, recitem daimoku com toda a convicção e avancem com a Gakkai por toda a vida. E, dessa forma, vamos coroar nossa existência com a mais significativa felicidade."<ref>Brasil Seikyo, Edição 2546, 16/01/2021, pág. 14-15 / Caderno Especial</ref>
458

edições