Diferenças entre edições de "Utilizador Discussão:Young Brujah"

7 943 bytes adicionados ,  03h06min de 2 de dezembro de 2019
sem resumo de edição
: Ou você recua do seu comportamento ou eu vou levar esse caso para a Wikimedia.
: [[Especial:Contribuições/191.251.59.199|191.251.59.199]] 02h40min de 2 de dezembro de 2019 (UTC)
 
Bem, para ajudá-lo com a própria preguiça (o que é um absurdo!), coloco abaixo cada frase em português e a correspondente em inglês advinda de https://research.calvin.edu/german-propaganda-archive/haken32.htm (que é, como informado no blog, a fonte da tradução portuguesa do panfleto):
: “A nação é a união orgânica de um povo para proteger a sua existência.”
:: “The nation is the organic union of a people to protect its life.”
: “O patriotismo burguês é o privilégio de uma classe.”
:: “Bourgeois patriotism is the privilege of a class.”
: “Somos o pária do mundo não porque não temos a coragem para resistir, mas porque toda a energia nacional é desperdiçada na disputa eterna e improdutiva entre a direita e a esquerda.”
:: “We are the world’s Pariah not because we do not have the courage to resist, but rather because out entire national energy is wasted in eternal and unproductive squabbling between the right and the left.”
: “O nacionalismo tem maior alcance do que o internacionalismo. Vê as coisas como elas são. Apenas quem respeita a si mesmo pode respeitar os outros. Se na qualidade de um nacionalista alemão eu afirmo a Alemanha, como posso defendê-la de um nacionalista francês que afirma a França? Somente quando essas afirmações conflitam de modo visceral haverá um conflito político de poder. O internacionalismo não pode desfazer essa realidade. Os seus esforços de prova falham completamente.”
:: “Nationalism is more wide-reaching than internationalism. It sees things as they are. Only he who respects himself can respect others. If as a German nationalist I affirm Germany, how can I hold it against a French nationalist who affirms France? Only when these affirmations conflict in vital ways will there be a power-political struggle. Internationalism cannot undo this reality. Its attempts at proof fail completely.”
: “O pecado do patriotismo burguês foi confundir uma determinada forma econômica com o nacional. Ele conecta duas coisas que são complemente diferentes. As formas da economia, ainda que pareçam sólidas, são mutáveis. O nacional é eterno. Se eu misturo o eterno com o temporal, o eterno necessariamente colapsará quando o temporal colapsar. Isso foi o verdeiro motivo do colapso da sociedade liberal. Ela era alicerçada não no eterno, mas no temporal, e com o declínio do temporal veio junto o declínio do eterno. Hoje em dia é apenas uma desculpa para um sistema que traz uma crescente miséria econômica. Esta é a única razão pela qual o judaísmo internacional organiza a batalha das forças proletárias contra ambos os poderes, a economia e a nação, e os derrota.”
:: “The sin of bourgeois patriotism was to confound a certain economic form with the national. It connected two things that are entirely different. Forms of the economy, however firm they may seem, are changeable. The national is eternal. If I mix the eternal and the temporal, the eternal will necessarily collapse when the temporal collapses. This was the real cause for the collapse of liberal society. It was rooted not in the eternal, but in the temporal, and when the temporal declined it took the eternal down with it. Today it is only an excuse for a system that brings growing economic misery. That is the only reason why international Jewry organizes the battle of the proletarian forces against both powers, the economy and the nation, and defeat them.”
: “A fé na nação é um assunto para todos, jamais para um grupo, para uma classe ou para uma panelinha econômica. O eterno deve ser distinguido do temporal. Manter um sistema econômico podre não tem nada a ver com nacionalismo, que é uma afirmação da Pátria. Posso amar a Alemanha e odiar o capitalismo. Não apenas posso, eu devo. Apenas a aniquilação de um sistema de exploração trará consigo o âmago do renascimento do nosso povo.”
:: “The faith in the nation is a matter for everyone, never a group, a class or an economic clique. The eternal must be distinguished from the temporal. Maintaining a rotten economic system has nothing to do with nationalism, which is an affirmation of the Fatherland. I can love Germany and hate capitalism. Not only can I, I must. Only the annihilation of a system of exploitation carries with it the core of the rebirth of our people.”
: “Se um comunista grita 'Abaixo ao nacionalismo!', ele quer dizer o patriotismo burguês hipócrita que vê a economia apenas como um sistema de escravidão.”
:: “If a Communist shouts «Down with nationalism!», he means the hypocritical bourgeois patriotism that sees the economy only as a system of slavery.”
: “Por sermos socialistas sentimos as mais profundas bençãos da nação, e por sermos nacionalistas queremos promover a justiça socialista numa nova Alemanha.”
:: “Because we are socialists we have felt the deepest blessings of the nation, and because we are nationalists we want to promote socialist justice in a new Germany.”
: “Uma jovem pátria surgirá quando a frente socialista for sólida.”
:: “A young fatherland will rise when the socialist front is firm.”
: “O socialismo se tornará realidade quando a pátria for livre.”
:: “Socialism will become reality when the Fatherland is free.”
: “O socialismo é a doutrina de libertação da classe operária. Ele promove a sua ascensão e a sua incorporação no organismo político da pátria, e está intrinsecamente vinculado a quebra da escravidão contemporânea e a reconquista da liberdade alemã. O socialismo, contudo, não é uma questão apenas para a classe oprimida, mas uma questão pertinente a todos.”
:: “Socialism is the doctrine of liberation for the working class. It promotes the rise of the fourth class and its incorporation in the political organism of our Fatherland, and is inextricably bound to breaking the present slavery and regaining German freedom. Socialism, therefore, is not merely a matter of the oppressed class, but a matter for everyone”
: “O socialismo adquire a sua verdadeira forma apenas através de uma total irmandade na luta com as energias propulsoras de um novamente desperto nacionalismo. Sem nacionalismo não é nada: é um fantasma, uma teoria apenas, um castelo no céu, um livro. Com nacionalismo é tudo: o futuro, liberdade, a pátria!”
:: “Socialism gains its true form only through a total fighting brotherhood with the forward-striving energies of a newly awakened nationalism. Without nationalism it is nothing, a phantom, a mere theory, a castle in the sky, a book. With it it is everything, the future, freedom, the fatherland!”
: “O pecado do pensamento liberal foi negligenciar os pontos fortes na construção nacional do socialismo, permitindo assim que suas energias tomassem direções anti-nacionais. O pecado do marxismo foi reduzir o socialismo a uma preocupação com os salários e a fome, colocando-o em conflito com o estado e com a sua existência nacional.”
:: “The sin of liberal thinking was to overlook socialism’s nation-building strengths, thereby allowing its energies to go in anti-national directions. The sin of Marxism was to degrade socialism into a question of wages and the stomach, putting it in conflict with the state and its national existence.”
Acho que não preciso continuar; isso já é o suficiente para você se certificar da honestidade da tradução. Estou entediado de estar aqui fazendo um serviço que você deveria fazer. Quando a pessoa coloca uma fonte, na citação, é para quem lê a citação, tendo dúvidas da veracidade, ir até a fonte e conferir se é mesmo verdeiro ou não o seu conteúdo. Você, para o meu cansaço, inverteu essa lógica... e não é um cara apenas inconveniente: é demasiadamente preguiçoso. Saco!
[[Especial:Contribuições/191.251.59.199|191.251.59.199]] 03h06min de 2 de dezembro de 2019 (UTC)
Utilizador anónimo