Nazismo: diferenças entre revisões

920 bytes adicionados ,  18 de novembro de 2019
sem resumo de edição
(Desfeita a edição 168510 de 2804:D59:26AE:6200:394A:A656:382C:4071 (discussão | contribs))
Etiqueta: Desfazer
Sem resumo de edição
----
 
 
* “O socialismo marxista foi degradado a uma preocupação apenas com o pagamento ou o estômago. O nacionalismo burguês degradou-se em estéril hiper-patriotismo. Ambos os conceitos, portanto, devem ser limpos e mostrados ao povo de novo, de uma forma clara como cristal. O nacionalismo de nossa visão de mundo chegou no momento certo. Nosso movimento tomou o conceito de socialismo dos marxistas covardes, e rasgou o conceito de nacionalismo dos partidos burgueses covardes, jogando ambos no caldeirão de nossa cosmovisão, produzindo uma síntese clara: o '''Nacional-Socialismo''' alemão. O qual forneceu a base para a reconstrução de nosso povo. Assim, esta revolução foi Nacional-Socialista.”
:- Fonte: [[Hermann Göring|GÖRING, Hermann]]. ''[http://inacreditavel.com.br/wp/nacionalismo-e-socialismo-por-hermann-goering/ Nacionalismo e Socialismo]'' — Berlim, 9 de abril de 1933.
 
*"O [[nazismo]] é uma consequência venenosa, verdadeiramente uma hiper-consequência do romantismo alemão (ver [[w:Sturm und Drang|Sturm und Drang]]). O romantismo é tão culpado ou inocente perante o [[nazismo]] como o [[Cristianismo]] perante a Inquisição. O romantismo alemão faz do nazismo uma ocorrência especificamente alemã e distingue-o do fascismo e do bolchevismo. O nazismo encontra o seu maior exponente no "problema da raça" e este por seu lugar destaca-se na "questão judaica". A questão judaica significa para o nazismo o centro de gravidade e sua quintessência".
Utilizador anónimo