Diferenças entre edições de "Walter Benjamin"

366 bytes adicionados ,  13h16min de 7 de julho de 2019
m
sem resumo de edição
m (inserção de aspas do livro BENJAMIN. W. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. IN: BENJAMIN,W. Magia e técnica, arte e política. Obras escolhidas. São Paulo: Brasiliense, 3.ed., 1987.)
m
 
----
 
 
*"Quanto mais esquecido de si mesmo está quem escuta, tanto mais fundo se grava nele a coisa escutada".
: Quanto mais esquecido o ouvinte, mais profundamente ele se sente impressionado.
::- ''Je selbstvergessener der Lauschende, desto tiefer prägt sich ihm das Gehörte ein.
:::- ''Schriften - Volume 2 - Página 238, [[Walter Benjamin]] - Suhrkamp Verlag, 1955
 
* “Pois todos os bens culturais que ele vê têm uma origem sobre a qual ele não pode refletir sem horror. Devem sua existência não somente ao esforço dos grandes gênios que os criaram como à corvéia anônima dos seus contemporâneos. Nunca houve um monumento da cultura que não fosse também um monumento da barbárie. E, assim como a cultura não é isenta de barbárie, não o é tampouco, o processo de transmissão da cultura (...) O assombro com o fato de que os episódios que vivemos no século XX ‘ainda’ sejam possíveis, não é um assombro filosófico. Ele não gera nenhum conhecimento, a não ser o conhecimento de que a concepção de história da qual emana semelhante assombro é insustentável”.