Diferenças entre edições de "José Saramago"

2 872 bytes adicionados ,  00h52min de 1 de setembro de 2017
→‎Viagem a Portugal: Refinando fontes
(→‎Viagem a Portugal: Refinando fontes)
 
* "Estas terras marginais são predilectas do turismo. O viajante não é turista, é viajante. Há grande diferença. Viajar é descobrir, o resto é simples encontrar."
::- ''Viagens. Contos. Romances'', [[José Saramago]], Lello & Irmão, 1991, [https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=f2RfAAAAMAAJ&dq=inauthor%3A%22Jos%C3%A9+Saramago%22+Viagem+a+portugal&focus=searchwithinvolume&q=%22Estas+terras+marginais+s%C3%A3o+predilectas+do+turismo.+O+viajante+n%C3%A3o+%C3%A9+turista%2C+%C3%A9+viajante.+H%C3%A1+grande+diferen%C3%A7a.+Viajar+%C3%A9+descobrir%2C+o+resto+%C3%A9+simples+encontrar.%22 p. 362]
 
* "Afinal, '''o Porto, para verdadeiramente honrar o nome que tem, é, primeiro que tudo, este largo regaço aberto para o rio, mas que só do rio se vê, ou então, por estreitas bocas fechadas por muretes, pode o viajante debruçar-se para o ar livre e ter a ilusão de que todo o Porto é Ribeira'''. A encosta cobre-se de casas, as casas desenham ruas, e, como todo o chão é granito sobre granito, cuida o viajante que está percorrendo veredas de montanha."
::- ''Viagens. Contos. Romances'', [[José Saramago]], Lello & Irmão, 1991, [https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=f2RfAAAAMAAJ&dq=inauthor%3A%22Jos%C3%A9+Saramago%22+Viagem+a+portugal&focus=searchwithinvolume&q=%22Afinal%2C+o+Porto%2C+para+verdadeiramente+honrar+o+nome+que+tem%2C+%C3%A9%2C+primeiro+que+tudo%2C+este+largo+rega%C3%A7o+aberto+para+o+rio%2C+mas+que+s%C3%B3+do+rio+se+v%C3%AA%2C+ou+ent%C3%A3o%2C+por+estreitas+bocas+fechadas+por+muretes%2C+pode+o+viajante+debru%C3%A7ar-se+para+o+ar+livre+e+ter+a+ilus%C3%A3o+de+que+todo+o+Porto+%C3%A9+Ribeira.+A+encosta+cobre-se+de+casas%2C+as+casas+desenham+ruas%2C+e%2C+como+todo+o+ch%C3%A3o+%C3%A9+granito+sobre+granito%2C+cuida+o+viajante+que+est%C3%A1+percorrendo+veredas+de+montanha.%22 p. 136]
 
* "... se os mouros ainda por cá estivessem, ficaria muito contente, sendo horas de almoçar, se lhe apresentassem uma lista onde pudesse ler: sardinhas assadas"
::- ''Viagens. Contos. Romances'', [[José Saramago]], Lello & Irmão, 1991, [https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=f2RfAAAAMAAJ&dq=inauthor%3A%22Jos%C3%A9+Saramago%22+Viagem+a+portugal&focus=searchwithinvolume&q=%22se+os+mouros+ainda+por+c%C3%A1+estivessem%2C+ficaria+muito+contente%2C+sendo+horas+de+almo%C3%A7ar%2C+se+lhe+apresentassem+uma+lista+onde+pudesse+ler%3A+sardinhas+assadas%22 p. 478]
 
* "... entrar na Igreja do Carmo neste dia de Inverno foi para o viajante uma experiência que não esquecerá. Logo à esquerda, em funda capela, está o Senhor do Bom Sucesso sob uma apoteose de luzes, muitas dezenas de velas, fortíssimas lâmpadas, inúmeros retratos de beneficiários de mercês, ceras várias em círio, cabeça, mão e pé, é como se aqui estivesse ardendo uma violenta fogueira de luz branca, esbraseada. De duas, uma: ou se cai de joelhos derrotado pelo cenário, ou se recua."
::- ''Viagens. Contos. Romances'', [[José Saramago]], Lello & Irmão, 1991, [https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=f2RfAAAAMAAJ&dq=inauthor%3A%22Jos%C3%A9+Saramago%22+Viagem+a+portugal&focus=searchwithinvolume&q=%22entrar+na+Igreja+do+Carmo+neste+dia+de+Inverno+foi+para+o+viajante+uma+experi%C3%AAncia+que+n%C3%A3o+esquecer%C3%A1.+Logo+%C3%A0+esquerda%2C+em+funda+capela%2C+est%C3%A1+o+Senhor+do+Bom+Sucesso+sob+uma+apoteose+de+luzes%2C+muitas+dezenas+de+velas%2C+fort%C3%ADssimas+l%C3%A2mpadas%2C+in%C3%BAmeros+retratos+de+benefici%C3%A1rios+de+merc%C3%AAs%2C+ceras+v%C3%A1rias+em+c%C3%ADrio%2C+cabe%C3%A7a%2C+m%C3%A3o+e+p%C3%A9%2C+%C3%A9+como+se+aqui+estivesse+ardendo+uma+violenta+fogueira+de+luz+branca%2C+esbraseada.+De+duas%2C+uma%3A+ou+se+cai+de+joelhos+derrotado+pelo+cen%C3%A1rio%2C+ou+se+recua.%22 p. 138]
 
* "[Nicolau] Nasoni era italianíssimo, mas soube entender os méritos do granito lusitano, dar-lhe espaço para melhor chegar aos olhos, alternando o escuro da pedra moldurante com a cal dos rebocos."
::- ''Viagens. Contos. Romances'', [[José Saramago]], Lello & Irmão, 1991, [https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=f2RfAAAAMAAJ&dq=inauthor%3A%22Jos%C3%A9+Saramago%22+Viagem+a+portugal&focus=searchwithinvolume&q=%22Nasoni+era+italian%C3%ADssimo%2C+mas+soube+entender+os+m%C3%A9ritos+do+granito+lusitano%2C+dar-lhe+espa%C3%A7o+para+melhor+chegar+aos+olhos%2C+alternando+o+escuro+da+pedra+moldurante+com+a+cal+dos+rebocos.%22 p. 76]
 
==Diálogos==
479

edições