Abrir menu principal

Alterações

543 bytes adicionados ,  22h41min de 21 de fevereiro de 2017
Refinando fonte.
::- [[Arthur Schopenhauer]] em [[Arthur Schopenhauer#A Arte de Insultar|A Arte de Insultar]]
 
*"Quando nos perguntamos honestamente quem são as pessoas mais importantes na nossa vida, descobrimos que muitas vezes são aquelas que, em vez de nos darem conselhos, soluções ou curas, escolheram partilhar a nossa dor e tocar nas nossas feridas com uma mão suave e calorosa. O '''amigo''' que consegue ficar connosco em silêncio num momento de desespero ou de confusão, que consegue ficar connosco numa altura de luto ou de perda, que consegue tolerar o facto de não saber, de não sarar, de não curar e enfrentar connosco a realidade da nossa impotência, esse é o tipo de amigo que se importa."
::-'' When we honestly ask ourselves which person in our lives mean the most to us, we often find that it is those who, instead of giving advice, solutions, or cures, have chosen rather to share our pain and touch our wounds with a warm and tender hand. The friend who can be silent with us in a moment of despair or confusion, who can stay with us in an hour of grief and bereavement, who can tolerate not knowing, not curing, not healing and face with us the reality of our powerlessness, that is a friend who cares.
:::- '' [[Henri Nouwen|Henri J.M. Nouwen]] em Out of Solitude: Three Meditations on the Christian Life'' - Henri Nouwen.
 
{{wikipédia}}
471

edições