Diferenças entre edições de "Bill Maher"

2 063 bytes adicionados ,  14h56min de 18 de fevereiro de 2017
sem resumo de edição
m (Bot: removing existed iw links in Wikidata)
** Entrevista no programa The O'Reilly Factor (26 de Setembro de 2006)
 
* "Nós é que temos sido osfomos cobardes, a enviar mísseis a 3000 km de distanciadistância. Isso é cobardiacovardia. Ficar no avião quando embate contra oum edifício, digam o que disserem, não é uma cobardiacovardia. Pode ser estúpido, mas não é cobarde."
** ''PolliticallyPolitically Incorrect'', 17 de Setembro de 2001
 
* "Agora, se uma pessoa deixa de gostar do que é popular, se não tem amor cego pelo Bush, é uma espécie de suspeito. Nunca deixe ninguém dizer-lhe isso. Deixe de gostar do que é popular. Eu não gosto o que é popular. Eu gosto disso, quem quer o que é popular? Quando o Ronald Reagen estava a concorrer para a presidência, dizia sempre 'é manhã na América' e toda a gente sorria e eu pensava 'sim, mas eu não gosto da manhã'. Eu sou o tipo que pensa que a religião é má e as drogas são boas. Sou da opinião de que as crianças não são inocentes, Deus não escreve livros, e Jesus não era do partido republicano. Penso que as mulheres se odeiam, não nem sempre significa não e estar bêbado é engraçado. Sou a favor da doença das vacas loucas, como vou ganhar isso? Sou contra processos contra empresas de tabaco. Acho que a abstinência é uma perversão. Penso que as mentiras do Bush são piores do que as do Clinton. Penso que Las Vegas era melhor quando era controlada pela máfia. Penso que os homens são tão leais como as suas opções. Penso que os estereótipos são verdadeiros e que a reabilitação é para desistentes.
**''Victory Begins at Home'' (20 de Janeiro de 2004)
 
* "Ele foi para o Vietname porque, quando era novo, pensava que era o mais correcto a fazer. Ele viu o que se passava no Vietname, regressou, deitou fora as suas medalhas, mudou de ideias. É assim tão errado que uma pessoa que tenha visitado um matadouro passe a ser vegetariana? Não é isso que fazem as pessoas com dois dedos de testa?
** ''Larry King Live'' (11 de Agosto de 2005)
 
* "No seu mandato, já perdemos quase todos os nossos aliados, o excedente da economia, quatro companhias aéreas, dois centros de negócios, um pedaço do Pentágono, a cidade de Nova Orleães. Talvez simplesmente não tenha sorte! Não estou a dizer que não gosta deste país, estou apenas a perguntar-me quanto pior poderia ser se estivesse no outro lado. Portanto, sim, Deus fala mesmo consigo, e o que ele está a dizer é, "Vai à sorte".
**''Real Time With Bill Maher'' - sobre George W. Bush (9 de Setembro de 2005)
 
*"Eu também gostava de proteger as crianças, mas...será que vale a pena sacrificar tudo para fazer isso? Quer dizer, a droga já fez muitas coisas boas (...) Foram o intermediário de boas ideias...muita boa música. Acho que "Penny Lane" vale por 10 crianças mortas. (...) Acho que "Dark Side of the Moon" vale umas 100 crianças mortas."
**''Bill Maher - I'm Swiss'' (2005)
 
* "No terceiro dia, quando ainda não tinham feito nada, o Fidel Castro (...), ofereceu ajuda. O Fidel Castro teveconvocou de fazer uma conferenciaconferência de imprensa para dizer, 'Algum presidente neste hemisfério tem de fazer alguma coisa." O que acha que o Rush Limbaugh teria dito se esta situação tivesse acontecido durante o governo do Bill Clinton? Ele teria dito 'O Bill Clinton fez este país chegar a um ponto tão baixo, que o Fidel Castro, um mexicano, temteve de oferecer ajuda...' E, já agora, o México chegou mesmo a enviar-nos (...) água engarrafada. Quando está a receber água engarrafada do México, é capaz de ser um presidente saloio..."
** The Tonight Show (17 de Fevereiro de 2006); sobre o Furacão Katrina
 
**Real Time With Bill Maher (17 de Fevereiro de 2006)
 
* "O problema é que as pessoas com as ideias mais ridículas, são sempre aquelas que têmestão mais certezaseguras sobre elasdelas."
** ''Bill Maher: The Decider''
 
* "Fui visitar recentemente o novo Museu Criacionista emno Kentucky... E eles têm uma exposição com um grande dinossauro...com uma sela nas costas. Porque o mundo só tem 5000 anos, por isso o Homem e os dinossauros tiveram de coexistir, e, é claro que os montamos. Eu já achava esta teoria engraçada quando tinha 8 anos e a vi nos FLINTSTONES!
** "Bill Maher: The Decider".
 
* "Se consegueconseguem ver a guerra no Iraque, o ambiente e a descida da América para a idiotice e ainda assim achaacham que os nossos maiores problemas são mamas durante o Super Bowl e a 'guerra contra o Natal', então não tem valores, tem problemas.
** ''Real Time With Bill Maher'' (19 de Outubro de 2007)
 
**''Real Time With Bill Maher'' (3 de Março de 2008); sobre a assistência do governo aos bancos.
 
* "Se pensa que os Democratas lhe vão tirar-lhe a Bíblia, é um idiota. Se pensa que vão tirar-lhe a arma, é um idiota armado. Se pensa que vão tirar-lhe a arma e dá-la a um mexicano para o matar o seu Deus, é o Bill O'Reilly.
** ''Real Time With Bill Maher'' (20 de Abril de 2008)
 
** Real Time with Bill Maher (17 de Outubro de 2008)
 
* "Como é possível que, na era da informação, seja quase impossível transmitir uma informação verdadeira para oao público? Aquele Barack Obama é um cristão, não é Muçulmanomuçulmano. Não é uma opinião, ou uma controvérsiapolémica. É um facto bastante fácil de verificar. Mas na escuridão da ignorância já não há factos. A Evolução é só uma teoria. O aquecimento global precisa de mais estudo. O SadamSaddam pode ter estado por trás dos atentados do 11 de Setembro e oa ataqueguerra está a funcionar! O que é que não se pode fazer as pessoas acreditar, simplesmente por dizê-lo? O John McCain é um cyborg. Ele é um cyborg feito a partir de peças sobresselentes do Freddy Mercury e de células estaminais de fetos abortados. Aí está, já o disse. É verdade. E já se sabe que é um problema porque quando escrevi isto na Internet, não acrescentei 'LOL'. Sabe, dantesDantes era mais-ou-menos desculpável não saber tudo. TalvezAs tenhapessoas podiam ter ido para oa Liceuescola nanos Estados AméricaUnidos. Ou talvez vejavissem demasiadademasiados reallityreality TVshows. Ou talvez sejafossem Baptistabaptistas. Mas agora há a Internet. E o Google. A informação está em todo o lado. SabeConhecem aquela coisa no vosso computador que os nigerianos estão sempre a usar para obterconseguirem o seuvosso PIN? Também a podepodem usar para descobrir coisas! Se achaacham que o Obama é Muçulmanomuçulmano ou que o John McCain tem um bebé negro ilegítimo ou que o Obama é esse bebé... Isso não é uma opinião. OVocês senhor ésão simplesmente teimosamente desinformadodesinformados. Por isso, deixedeixem-me explicar-lhelhes algumas coisas devagar. O Obama é Muçulmanomuçulmano? Não, Não, É. O SadamSaddam esteve por trás do 11 de Setembro? Não, Não, Esteve. E já que estamos nisto: O. Bush, Também, Não. Como podemos ter a certeza que o Bush não esteve envolvido no 11 de Setembro? Porque resultou. E envolveu: PLANEAMENTO.
** ''Real Time With Bill Maher''
 
* "A América é assim: uma cultura de equívocos, sempre assustada das coisas erradas. A verdade é que há muitos homens nojentos de meia-idade por aí à solta, desejosos pelos vossos filhos. Trabalham para a MTV, para a indústria farmacêutica, para o McDonald's, para a Marlboro e para a K Street. E, recentemente, um enxame de estranhos tem entrado nas escolas e atraído as nossas crianças para a morte. Chamam-se recrutadores militares. O mês passado foram recrutados mais jovens americanos para o Iraque do que nos últimos três anos juntos. E o escândalo é que o Mark Foley quer que eles se divirtam antes de partirem? Quando é que os nossos congressistas gays não assumidos vão aprender a lição? Os nossos rapazes não se podem divertir. São pólvora de canhão. Não podem usar uma cama para fazer sexo, mas para estarem em coma por causa da guerra do Bush. Se ouvir um fecho, é bom que seja o de um saco com um cadáver. Por que não estão os democratas e a comunicação social a falar todos os dias sobre quem estamos a lutar ali e qual é o plano? É verdade que o Mark Foley não devia ter perguntado a adolescentes qual era o tamanho dos pénis deles, mas pelo menos alguém do congresso fez perguntas. Nós é que somos os predadores. Porque existe um setor económico inteiro que consiste em perguntar aos jovens o que querem, fabricar a versão mais barata e sem qualidade que eles aceitem e vendê-la até que eles sufoquem naquilo e morram. Sabem quem está a agarrar os vossos filhos quando são demasiado novos? A Merck, a Pfizer e a GlaxoSmithKline ao convencerem os pais que os filhos estão deprimidos, hiperactivos ou a sofrer de défice de atenção para que todos tenham de tomar medicamentos. Os traficantes de droga que estão a fazer dos vossos filhos viciados não estão na América do Sul, estão nos corredores do Congresso a distribuir donativos às campanhas políticas dos vossos congressistas. O Mark Foley diz que nunca dormiu com aqueles miúdos e eu acredito nele, porque as crianças americanas estão tão drogadas com comprimidos que duvido que conseguissem fazer alguma coisa. Entre 1995 e 2002, o número de crianças que tomam medicamentos antipsicóticos aumentou em quase 400%. Ou as nossas crianças estão a ficar loucas, o que podemos considerar um problema, ou, o mais provável é que, para conseguirmos lucro, criámos uma nação de pequenos drogados. Por isso, parem já com a vossa indignação moral contra predadores: o país inteiro está a tentar aliciar os vossos filhos porque eles têm o dinheiro que os papás lhe deram para não os chatearem. Não me importa se o Mark Foley pediu aos miúdos para descreverem os seus pénis porque tenho más notícias: os vossos filhos estão tão alheios a tudo por causa dos Cheetos e das bebidas açucaradas que nem sequer conseguem ver os seus pénis. Vivemos num país onde o melhor consumista é um rapaz obeso de 16 anos viciado em refrigirantes e na PlayStation. Há tantos miúdos viciados em gordura que parece que o Rush Limbaugh teve uma manada de cachorrinhos. Em conclusão, podemos fingir que a maior ameaça "aos nossos filhos" é um tarado na Internet, ou então podemos admitir que é a mãe e o pai. Porque, quando o vosso filho não consegue dizer onde fica a França num mapa, ou tocar na merda dos dedos dos pés, ou compreender que os anúncios na televisão estão a mentir (incluindo aquele onde um militar se transforma no Lancelot), então as pessoas que os estão a lixar são vocês.
 
** ''Real Time With Bill Maher''