Diferenças entre edições de "Frederick Douglass"

2 127 bytes adicionados ,  20h30min de 28 de dezembro de 2016
correções, ampliação, a citação que havia era só parte do lema do jornal de Douglass...
m (André Koehne moveu a página Frederick Douglas para o seu redirecionamento Frederick Douglass: Erro crasso na grafia do sobrenome adotado por Douglass (com 2 esses, não com um só))
(correções, ampliação, a citação que havia era só parte do lema do jornal de Douglass...)
{{Autor
| Nome = Frederick DouglasDouglass
| Foto = Frederick Douglass.jpg
| Wikisource = en:Author:Frederick Douglass
| Wikipedia = Frederick DouglasDouglass
| Wikicommons =
| Gutenberg =Douglass,_Frederick
| Cor = #c0c0c0
}}
[[w:Frederick Douglass|'''Frederick DouglasDouglass''']], ''pseudônimonome delivre adotado pelo ex-escravo nascido como '''Frederick Augustus Washington Bailey''' ([[14 de fevereiro]] de [[1818]] - [[20 de fevereiro]] de [[1895]]) foi um estatunidenseestadunidense abolucionistaabolicionista, estadista e escritor.''
----
*''Eu me uniria com qualquer um para fazer o certo e com ninguém para fazer o mal''.<ref>{{citar web|arquivodata=20/12/2016 |arquivourl=http://archive.is/iRu0T |url=http://www.theroot.com/articles/culture/2014/09/frederick_douglass_portrait_unveiled_as_1st_of_an_african_american_to_grace/|título=Historic Unveiling of Frederick Douglass Portrait at Governor’s Mansion in Md. |autor=Breanna Edwards |data=16 de setembro de 2014 |publicado=The Root |acessodata=20/12/2016 }}</ref>
::Original: ''I would unite with anybody to do right and with nobody to do wrong''.
*"Agite! Agite! Agite!"''".<ref>{{citar web|arquivourl=http://archive.is/0tYTK |arquivodata=24/12/2016 |url=http://www.anb.org/articles/15/15-00186.html|título=Douglass, Frederick|autor=Roy E. Finkenbine |data=s/d |publicado=American National Biography |acessodata=24/12/2016}}</ref>
:(Conselho dado a um jovem negro sobre como agir no mundo)
::Original: ''Agitate! Agitate! Agitate!''
*"O correto não tem [[sexo]] - a [[verdade]] não tem [[cor]]".
:(Parte do lema de seu jornal, ''The North Star'')
::Original:- ''Right is of no sex — Truth is of no color''<ref>Narrative of the Life of Frederick Douglass, an American Slave: An American Slave - Página xxv, de Frederick Douglass, Deborah E. McDowell - Publicado por Oxford University Press, 1999, ISBN 0192832506, 9780192832504 - 129 páginas''</ref>
*''Sem luta não há progresso. Aqueles que professam em favor da liberdade, e ainda depreciam a agitação, são pessoas que querem ceifar sem arar a terra. Eles querem chuva sem trovão e raios. Eles querem o oceano sem o terrível bramido de suas muitas águas. Esta luta pode ser moral; ou pode ser física; ou pode ser ambas, moral e física; mas ela deve ser uma luta. O poder não concede nada sem demanda. Nunca concedeu e nunca concederá.''"<ref>Citado em {{citar web|arquivodata=18/12/2016 |arquivourl=http://archive.is/bCMPT |url=http://www.revistas.usp.br/agraria/article/download/102/102 |título=O movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e a Democracia no Brasil |autor=Miguel Carter (tradução: Imario Vieira) |data=2006 |publicado=AGRÁRIA, São Paulo, Nº 4, pp. 124-164 |acessodata=18/12/2016 }} (trabalho originalmente publicado pelo Centre for Brazilian Studies Working Paper CBS-60-05, University of Oxford, em maio de 2005 — pdf arquivado do cache do Google).</ref>
:(Trecho de uma carta de 1848 para um amigo abolicionista)
 
{{referências}}
*"O correto não tem [[sexo]] - a [[verdade]] não tem [[cor]]".
::- ''Right is of no sex — Truth is of no color''
:::- ''Narrative of the Life of Frederick Douglass, an American Slave: An American Slave - Página xxv, de Frederick Douglass, Deborah E. McDowell - Publicado por Oxford University Press, 1999, ISBN 0192832506, 9780192832504 - 129 páginas''
 
[[Categoria:Pessoas]]
32

edições