Diferenças entre edições de "Carl Gustav Jung"

1 556 bytes adicionados ,  21h41min de 23 de setembro de 2016
sem resumo de edição
 
* "(...)O homem só se torna um ser integrado, tranquilo, fértil e feliz quando (e só então) o seu processo de individuação está realizado, quando consciente e inconsciente aprendem a conviver em paz e completando-se um ao outro."
 
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.11''
* "Por existirem inúmeras coisas fora do alcance da compreensão humana é que frequentemente utilizamos termos simbólicos como representação de conceitos que não podemos definir ou compreender integralmente."
 
* "Por existirem inúmeras coisas fora do alcance da compreensão humana é que frequentemente utilizamos termos simbólicos como representação de conceitos que não podemos definir ou compreender integralmente."
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.19''
 
* "Os sentidos do homem limitam a percepção que este tem do mundo a sua volta."
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.21''
 
 
* "(...) os sonhos são o mais fecundo e acessível campo de exploração para quem deseja investigar as formas de simbolização do homem."
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.25''
 
* "(...) além de memórias de um passado consciente longínquo, também pensamentos inteiramente novos e ideias criadoras podem surgir do inconsciente- ideias e pensamentos que nunca foram conscientes. Como um lótus, nascem das escuras profundezas da mente para formar umas importante parte da nossa psique subliminar."
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.41''
 
* "Na nossa vida cotidiana, refletimos sobre o que queremos dizer, escolhemos a melhor maneira de dize-lo e tentamos dar aos nossos comentários uma coerência lógica. Uma pessoa instruída evitará, por exemplo, o emprego de metáforas complicadas a fim de não tornar confuso o seu ponto de vista. Mas os sonhos tem uma textura diferente. Neles se acumulam imagens que parecem contraditórias e ridículas, perde-se a noção de tempo, e as coisas mais banais podem se revestir de um aspecto fascinante ou aterrador "
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.43''
 
* "As diferenças de sentido são naturalmente maiores quando as pessoas tem experiencias sociais, políticas, religiosas ou psicológicas de níveis diferentes."
:-'' Fonte: O homem e seus símbolos, Carl G. Jung, Maria Lúcia Pinho, Nova Fronteira, 2012, p.47''
 
[[Categoria:Pessoas]]
6

edições